EconomiaMundoNegócios

NÃO CUSTA LEMBRAR. A palavra de Obama, a crise ianque e momento exato da capitulação do neoliberalismo

Confira a seguir trecho de nota que publiquei na madrugada de 11 de fevereiro de 2009, uma quarta-feira:

Não é engraçado?! “Só o governo pode ressuscitar a economia”. Quem disse: ele, Barack Obama

Sei que alguns entendem ser trágico. E é. Mas não deixa de ser engraçado, também, notórios defensores do “Estado Mínimo”, de repente descobrirem que os governos são importantes. Mais que isso, fundamentais. Ainda mais que isso: a única alternativa. Tudo para resolver uma crise que foi criada exatamente pelos arautos do neoliberalismo.

Agora, a maior nação capitalista do planeta tem um líder aclamado mundialmente e que vem com essa…

…“Obama diz que só o governo pode ressuscitar economia e apela por aprovação de plano

 “O governo federal é a única entidade que tem os recursos para ressuscitar a economia norte-americana.” O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, mostrou na sua primeira entrevista coletiva na Casa Branca, nesta segunda-feira (9), que o país rompeu mesmo com os ideais conservadores da economia para poder sair do “espiral negativo” da crise. “Não fazer nada pode transformar a crise em uma catástrofe…”

PARA LER A ÍNTEGRA, inclusive a reportagem que a originou, CLIQUE AQUI.

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota acima, o assunto é convenientemente esquecido. Mas o fato é que, quando o presidente da maior nação capitalista do mundo joga a toalha e percebe que só o Estado poderia fazer frente àquele momento, é a confissão cabal de que o neoliberalismo faliu. Se bem que não faltam os que tentem exumá-lo – como forma de auferir mais e mais vantagens, em desfavor da maioria da sociedade.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo