MundoPolítica

ARTIGO. Bruno Lima Rocha, acordo nuclear com o Irã e intermediação pelo Brasil

“….Mas, este caso nem de longe se parece com os do conflito no Golfo. O Iraque não tinha condições de desenvolvimento de armas de destruição em massa, ainda mais depois da derrota-empate do Império (sob governo de Bush pai) na 1ª guerra do Golfo. Agora o caso é outro. O Irã é um país com alto desenvolvimento tecnológico, bom padrão educacional e um aparelho de Estado mais forte e menos corrupto do que o ex-Estado criado pelos ingleses e dominado pelo clã Hussein como chefe político dos clãs sunitas afiliados ao “partido” Baath. Ou seja, o Irã pode vir a construir a bomba sim.

E a preocupação NÃO é significativa porque o Irã ter a capacidade beligerante nuclear não significa uma perda ou perigo para a comunidade internacional. Digo não necessariamente. Israel tem a bomba, Índia e Paquistão também e não passamos por uma guerra nuclear na Ásia Central, no Oriente Médio ou no Subcontinente Indiano. O que muda é a perda de capacidade dissuasória israelense sem ter um adversário à altura. Isso se vier a acontecer, será uma novidade…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra do artigo “Breve avaliação do acordo nuclear intermediado pelo Brasil”,  escrito pelo jornalista e cientista político Bruno Lima Rocha, colaborador habitual deste site, onde faz reflexões sobre a mídia, entre outros temas. O texto foi postado agora há pouquinho, na seção “Artigos”. Boa leitura!

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo