EducaçãoSanta Maria

EDUCAÇÃO FISCAL. Colégio Tiradentes desenvolve atividades contra crack, na Feira do Livro

O público atento à conversa sobre os efeitos do uso do crack

Recebi, e por sua importância reproduzo, material produzido pela assessoria de imprensa do Programa Municipal de Educação Fiscal. Trata da apresentação de escolas participantes do PMEF, nesta terça-feira, na Feira do Livro – em desenvolvimento na Praça Saldanha Marinha. O texto e a foto são de Andressa Alves Oliveira. Acompanhe:

“Durante a tarde de hoje (03), diversas escolas apresentaram-se na Feira do Livro de Santa Maria. Uma delas, engajadas com o Programa Municipal de Educação Fiscal (PMEF), promoveu uma conversa com o público presente, a respeito de assuntos que envolvem a campanha Crack nem pensar.

Sob coordenação da professora Roseclei Martins, os alunos do 2º ano do Colégio Tiradentes apresentaram diversas atividades que discutiram o tema relativo aos malefícios trazidos pelo uso do Crack. Peça teatral interativa, monólogos, letras de músicas e poesia retrataram assuntos voltados para o combate ao uso da droga.

Os alunos Renan Oliveira, Caroline Antonello, Dionata Lisboa e Cristiana Sarturi declararam que a idéia dessa “conversa informal”, como nomeiam eles, surgiu em 2009 com a professora Roseclei. Os estudantes fizeram um estudo aprofundado sobre os efeitos do Crack e assistiram palestras de esclarecimento sobre o assunto.

A palestra organizada pelos próprios alunos tem como objetivo dialogar com o público, assuntos que envolvam o uso da droga, através de uma conversa mais direta e menos formal. “Uma conversa de jovem para jovem”, destacou o estudante Dionata.

Atuantes nas atividades do PMEF, o Colégio Tiradentes conquistou o apoio da Prefeitura Municipal de Santa Maria para a campanha contra o Crack, durante a participação das oficinas de charge e cartum da Exposição “Educação Fiscal na Linha da Cidadania”. Roseclei declarou que os alunos além de participarem das atividades referentes à exposição, irão participar do projeto Educação Fiscal em Cena e das modalidades, dança, paródia e poesia da 4ª edição do Festival Cid Legal Canta e Dança.

Além da conversa sobre o uso do Crack, os alunos ministram palestras com o tema “O que é ser cidadão?” nas escolas de Santa Maria. Caroline Antonello, afirmou que as palestras de conscientização feitas pelos estudantes, expandiram para outras cidades do estado, como Toropi e Dilermando de Aguiar.”

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo