CampanhaEleições 2010

A PREVISÃO. Um Senado pra lá de governista, se Dilma Rousseff virar Presidente

Entre os que já são dos partidos que compõem a aliança majoritária e os que, embora apoiando o adversário também são da base do governo, é possível projetar um Senado amplamente pró-Dilma Rousseff – na hipótese de a candidata do PT eleger-se Presidente da República.

No sentido contrário, isto é, na eventual (embora improvável, hoje) vitória de José Serra, do PSDB, este contaria com uma base menor que a já volátil maioria que ostenta o atual presidente, Luiz Inácio Lula da Silva.

De onde tirei isso? Da reportagem publicada na versão online da Folha de São Paulo, com informações da agência de notícias britânica Reuters. Acompanhe:

Projeções apontam para uma base mais forte para Dilma no Senado

Caso seja eleita presidente, a atual líder nas pesquisas, Dilma Rousseff (PT), deve contar com ampla maioria no Senado, conforme apontam projeções de consultorias políticas e de análise parlamentar.

Já o principal adversário da petista, José Serra (PSDB), na hipótese de vitória, precisaria compor sua base de sustentação com outros partidos políticos que não fazem parte nas eleições da coligação que o apoia.

Para os especialistas ouvidos, a coligação que apoia Dilma, composta por 10 partidos, deve ficar com 39 a 58 senadores. A faixa, muito larga, se deve ao ainda grande número de disputas indefinidas.

Essa margem pode subir para 46 a 69 cadeiras se PTB, PP e PV – que atualmente compõem a base de apoio ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas não estão na coligação de Dilma – migrarem para o bloco governista após eventual vitória da petista.

No caso de Serra, caso vitorioso, as projeções mostram hoje um apoio de 27 a 34 senadores…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo