Prefeitura

A MAIOR NOVIDADE. PAC, a partir de agora, é assunto direto do prefeito Schirmer

De todas as mudanças anunciadas pouco depois das 5 da tarde, pela Prefeitura, surgiu uma dúvida: com quem ficariam as obras do Plano de Aceleração do Crescimento 1? A execução lenta, somada à perda de R$ 65 milhões em recursos na sua versão 2, determinou a exoneração do secretário responsável e, mais do que isso, a eliminação da própria secretaria.

O esclarecimento veio há pouco, em contato que tive com o secretário de Relações de Governo e Comunicação, Giovani Mânica. O PAC, agora, é assunto do Gabinete do Prefeito. Isto é, o próprio Cezar Schirmer supervisionará o trabalho, que terá dois coordenadores executivos. Um é a ex-secretária adjunta, Magali Marques da Rocha (que deve cuidar do chamado PAC Social, sem o qual verba alguma é liberada). Outro é o engenheiro Francisco Severo, que cuidará da parte técnica. Aliás, modéstia às favas, exatamente como foi colocado na forma de “rumor que pode virar fato”, em nota PUBLICADA na manhã de hoje.

Essa decisão do prefeito, que merecerá ainda outras considerações deste editor, por certo tem implicações político-administrativas importantes. Mas ela não veio sozinha. Especialmente a partir da extinção de uma pasta extraordinária e a criação de outra, a de “Planejamento Estratégico”, que terá como titular Carlos Brasil Pippi Brisola – retirado da pasta de Gestão, para onde foi o ex-comandante das Finanças, Antonio Carlos Lemos, e este substituído por Ana Beatriz Barros. Que, por sua vez, cedeu o posto de Chefe de Gabinete ao ex-secretário de Infraestrutura, Haroldo Pouey.

Mas, o que fará Pippi Brisola? Segundo a explicação de Mânica a este repórter, vai cuidar, de um lado, do projeto do Banco Mundial (que era outra atribuição do ex-secretário do PAC), e de outro da captação de recursos, digamos, não governamentais. Buscará, através de projetos elaborados pela pasta, troco, por exemplo, de outras instituições internacionais (Banco Mundial?) e nacionais (BNDES entre elas).

Não colidirá, esclareceu Mânica, com atribuições de captação de recursos hoje exercidas pelo Escritório da Cidade. Este continuará com o trabalho, mas tendo como foco os orçamentos estadual e federal.

Resumo da ópera: é verdade que a mudança de nomes, e a entrada de Tubias Calil (que não se constituiu em novidade para ninguém, eis que este sítio, por exemplo, trata do assunto desde que saiu o resultado da eleição de 3 de outubro) e, especialmente, Marcelo Bisogno, foram e são importantes. E precisam ser medidas no futuro próximo. No entanto, a grande modificação, meeeesmo, é a do PAC. Que, agora, ficará sob o olhar direto (e a ação) do próprio prefeito. Com todo o peso que isso tem.

PARA REMEMORAR AS MUDANÇAS DE NOMES E FUNÇÕES NO SECRETARIADO, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

13 Comentários

  1. coitada da Magali esta sofrendo na mãos do prefeito não conseguiu o primeiro escalão e agora vai para gabinete do prefeito cuidar do pac social nossaaaaaaaa,seria melhor ela retornar a escola dela porque o Schirmer bailaaaaa na proxima.

  2. Quer dizer que atá agora uma coisa importante como o PAC não era tratado direto com Xirmer? Mentira das brabas , isso é para tapar a vergonha de perder dinheiro por incapacidade do prefeito!

  3. @mario
    Não se faça de desentendido o Schirmer pegou os projetos prontos e o dinheiro na Caixa Federal destinado para Santa Maria o que faltou foi competencia!
    O que realmente a cidade espera é o “mais e melhor” e de “mais” até agora nada e as coisas estão piorando.
    Me diga uma novidade boa trazida por esse governo?

  4. acho que o prefeito errou mais uma vez em colocar por exemplo o haroldo de chefe de gabinete! ora este deveria ocupar a sec. do PAC afinal é tecnico e tem conhecimento em obras, marcelo BIZONHO na mobilidade urbana!é mais uma do prefeito, é isto NAÕ É FAZER MAIS E NÃO É FAZER DIREITO.
    como dizia o candidato schirmer o serviço público não anda porque colocam pessoas erradas em local errado(E O BAILE CONTINUA) dança povo de santa maria.

  5. @Ronaldo Santos
    O PAC começou no penúltimo ano do governo, eram projetos que levaram tempo para serem elaborados e as obras da mesma forma deveriam ser em iniciadas em um governo e acabarem na metade do outro , isto é planejamento!
    O resto é conversa prá boi dormir e propaganda mentirosa no hoirário da novela!

  6. Vira e mexe e o Schirmer copia as coisas do outro e ainda por cima vem com uma propaganda enganosa na tv prá cima da gente.
    Custa ser humilde?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo