Claudemir PereiraInternetJornalismo

AOS COMENTARISTAS. Devagar com o andor. Há um limite. E ele será respeitado

De repente, os amigos comentaristas, sejam eles tradicionais ou recém-chegados, começam a ter recaídas. E dar trabalho ao moderador (não por acaso, também editor deste sítio).

Um punhado bem grandão de comentários foi vetado nos últimos dias, por ferirem as regras. Relembrando: nada de textos ofensivos, acusações de fatos que podem ser definidos como crime, uso EXCLUSIVO DE LETRAS MAIÚSCULAS, agressões diversas.

Ah, e uma novidade: tem gente querendo adivinhar o nome dos comentaristas “adversários”, imputando autorias inexistentes. É bom deixar claro: o editor conhece vários dos que aqui aportam. Mesmo que não seja pessoalmente a quase totalidade deles. Aqui não se exige CPF ou RG. E há até os que usam mais de um pseudônimo. Pode. Não há problema. O que se observa, com todo o cuidado possível, é o conteúdo. Às vezes algo passa – quando é notado, mesmo a posteriori, o corte é inevitável.

Mas, atenção: serão vetados, sem nenhum constrangimento, TODOS os comentários que tentem adivinhar quem é quem. É muito bom o respeito para a gente, não? Então, vale o mesmo para os outros.

E bem-vindos, sempre, os que quiserem debater. A crítica pode (em alguns casos, deve) ser forte. Mas há um limite. Que será respeitado. É o dever do editor. E será cumprido.

Nada, mas nada meeeesmo, fora dessas regras, será tolerado.

PARA FECHAR: a democracia não pode ser confundida com liberalidade total. Há regras de convivência inevitáveis. E este sítio se orgulha de abrir espaço para todas as manifestações. Aliás, é o ÚNICO nesta cidade que permite a livre, mas livre meeeesmo, circulação de opiniões. Não vamos perdê-lo. Ok?

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

9 Comentários

  1. Rogério Ferraz foi boa tua opinião. Tem muita gente enrustida escondida. Que bom seria que todos botassem o nome e a cara se for preciso pra toma o tapa. Um forte abraço ao claudemir Pereira.

  2. Claudemir
    A minha ideia para não deixar desqualificar o debate, seria que as pessoas postassem com o seu nome. Ora, eu sou funcionário público, até poderia ter algum receio de me expor, mas desde o início do site me apresento com o meu verdadeiro nome. E faço isto em todos os espaços onde me manifesto. Até por que as trocas de “farpas” ficam muito desparelhas. Os outros sabem quem sou mas eu não sei com quem estou debatendo. Esta é a minha opinião e sobre ela assumo toda a responsabilidade. Se eu usasse pseudônimo não precisaria assumir coisa alguma.

  3. Bagual Loko de Bueno :
    @Garibaldi
    Garibaldi 12, dezembro, 2010 em 18:24 | #2 Resposta | Citação Bagual Loko de Bueno :
    @regis
    Não sou elitista, muito menos egoísta e preconceituoso. Quem sabe, um dia de passe-livre pra mulher, criança e quem apresentar carteira de trabalho ativa? Pq dá carona pra vagabundo viajar, fazer turismo de um lado pra outro da cidade, pra olha a paisagem pelo vidro do “busão” e ter tempo de maquinar o vandalismo… Quando chega no centro, peito estufado, corrente de aço no pescoço e uma embalagem de 2 litros contendo cachaça com coca-cola, o dito “samba”: “Vamu lá companherada, nos playboy terrô botá, semo tudo di menor, os tio nao pode pêga”! Ahhhhhhh por favor, dar colher de chá pra gangs? Vagabundo bate na tua porta pra pedir, se tu perguntar se ele capina um pátio, o vivente vira as costas e te deixa falando sozinho; se tu dá um pão com chimia ele joga fora na primeira esquina, pq quer é dinheiro de graça… E se o tio q tem carrão do ano não der uma graninha pra ajudar no consumo da droga, leva um risco no carro, uma pedrada na janela de casa, etc. Ah, por favor! Eu não dou esmola, pq a pobreza é um problema social e não pessoal (controle da natalidade)! E daí? Tão pensando q não sou solidário, q sou insensivel…? Bem pelo contrário, comigo vagabundo não tem arrego e isso é uma baita contribuição minha pra sociedade, pois nao passo a mao na cabeça de malandro. Se tu é esforçado mas nao tem sorte ate te dou oportunidade, mas se é aproveitador, tem raiva de quem possui melhores condições de vida, quer agredir, quer roubar e nao quer trabalhar… Bah só tenho a oferecer o talo do mango nas paleteta! E sei q tem gente q deve tá mijando nos garrão por isso, contudo, pra tudo q for atitude errada é merecido castigo. O passe-livre junto bolsa familia e direitos humanos, bah é um baita negocio… o cabra saca os 50 pila, toma um trago e fuma unzinho, pega o busão e faz o q der na cabeça, volta pra casa e ainda faz mais um filho, mais “cinquentinha”! Antes de atacar o problema se tem q atacar o motivo, a causa… Escarafuncha lá na raiz do talo e como diz o ditado “corta o mal pela raiz”, ao invés de obterem regalias essa gente deve obter educação… Quem não ter responsabilidade não merece liberdade! Jamais apoiarei a lacaiada! Vamu q vamu, contra a anarquia! Amigo Claudemir, abraço chinchado, com profunda admiração pelo teu trabalho! Agradeço mais uma vez!
    Claudemir, é com relação a esse tipo de coisa que comentei antes. Nitidamente isso é um jeito de desviar o debate sobre as questões de Santa Maria. Se o debate no site descambar pra isso, babaus. Abre o olho, eles querem te derrubar.
    Sr. Garibaldi, acima esta um dos meus comentários e abaixo o seu, tendo ainda feito outra citação que sou “fake até no ultimo fio de bigode postiço”… Pois bem, entendo q sua postura não é de forma alguma a minha pessoa, ou seja, é um “ataque” por divergência de valores, nem direi “partidária” pq pelo menos eu, como disse anteriormente, não sou filiado a partido algum; e não é à minha pessoa pq nem mesmo me conhece pessoalmente. Não estou defendendo o prefeito atual, pq graças ao Pai Maior e meu esforço próprio não necessito puxar o saco de ninguém, não careço de cargo, como diz Pedro Ortaça: “Eu nunca pedi bexiga pra patrão nem pra milico, por isso ninguem me obriga a ser pelego ou pinico, não choro por rapariga, nem tiro meu chapéu pra rico”! Suei muito até chegar onde cheguei, hoje pode-se dize q tenho sim uma vidinha mais ou meno, mas a lida não foi mansa, meu Moro troteo muitas vezes sem toma água, de goela seca. E Sr Garibaldi, tenha certeza, não levantei nenhuma bandeira de partido pra conseguir a vida q tenho hoje. Admiro o Jornalista Claudemir, acompanho a bastante tempo seu trabalho e agora tive vontade de participar deste valoroso espaço democrático. E meus escritos são minhas idéias, se elogio o executivo é pq acho merecido. Nunca gostei de anarquia e agora com a idade q já me encontro, é certo q não mudo e nem quero mudar. E como diz outra letra gauchesca: “Não vou mata meus avós pra fica de bem com os neto”… Ou seja, não abro mão dos velhos valores morais pra ganha amizade com a anarquia (rebeldia, incompetencia, desinformação, oportunismo, irresponsabilidade, falta de respeito, má educação, baderna, etc). Podem me chama de antigo, guasca, grosso, mas valores morais nunca envelhecem… Meu avô passou pra meus pais e meus pais pra mim, eu pra meus filhos, meus filhos pra meus netos e meus netos para meus bisnetos e assim segue a cavalgada da vida, pra quem busca uma vida com dignidade, honestidade, descencia. Sr Garibaldi devemos exaltar quem é merecedor sim, quem luta pela melhoria de nosso minicipio… Fica mijando nos garrão pq não ta podendo tirar proveito, pq não ganhou nenhum cargo, isso é lamentavel. Se o Sr é da oposição, se acalme, tome chá de alface, agua de melissa, vá pésca lambari na barragem, mas aceite, aguente no osso a realidade… Agora o municipio tem outro líder, é a vez dele direcionar a cidade. Deixem o homi trabalha em paz, q a meu ver ta loko de bom o trabalho dele. Amigo Claudemir, não tenho pq me esconder, o q falo é o q penso, entao te dou uma idéia, podiamos marcar um bom churrasco pra o pessoal q participa do teu espaço poder se conhecer e terei o prazer de repetir minhas idéias, principalmente ao Sr Garibaldi. Sigo dizendo, a unica bandeira q levanto é pela descencia! Amigo Claudemir, um quebra costela chinchado pra ti, sigo te acompanhando galo véio, pois tu também é merecedor de elogio!

    Ainda mais “fake”, ele segue tentando desestabilizar os comentaristas.

  4. parabéns CLaudemir, pois um tal de Delcatti resolveu querer dizer que eu era uma pessoa. Pois essa pessoa, um servidor municipal, e meu amigo, ficou indignado comigo pois achou que eu havia usado o nome dele. Acontece que uma outra pessoa comentou com ele o caso e gerou uma confusão enorme. Ainda bem que nos conhecemos a muito tempo e consegui explicar tudo sem problemas. Mas poderia ter sido bem mais complicado.

  5. @Garibaldi
    Garibaldi 12, dezembro, 2010 em 18:24 | #2 Resposta | Citação Bagual Loko de Bueno :
    @regis
    Não sou elitista, muito menos egoísta e preconceituoso. Quem sabe, um dia de passe-livre pra mulher, criança e quem apresentar carteira de trabalho ativa? Pq dá carona pra vagabundo viajar, fazer turismo de um lado pra outro da cidade, pra olha a paisagem pelo vidro do “busão” e ter tempo de maquinar o vandalismo… Quando chega no centro, peito estufado, corrente de aço no pescoço e uma embalagem de 2 litros contendo cachaça com coca-cola, o dito “samba”: “Vamu lá companherada, nos playboy terrô botá, semo tudo di menor, os tio nao pode pêga”! Ahhhhhhh por favor, dar colher de chá pra gangs? Vagabundo bate na tua porta pra pedir, se tu perguntar se ele capina um pátio, o vivente vira as costas e te deixa falando sozinho; se tu dá um pão com chimia ele joga fora na primeira esquina, pq quer é dinheiro de graça… E se o tio q tem carrão do ano não der uma graninha pra ajudar no consumo da droga, leva um risco no carro, uma pedrada na janela de casa, etc. Ah, por favor! Eu não dou esmola, pq a pobreza é um problema social e não pessoal (controle da natalidade)! E daí? Tão pensando q não sou solidário, q sou insensivel…? Bem pelo contrário, comigo vagabundo não tem arrego e isso é uma baita contribuição minha pra sociedade, pois nao passo a mao na cabeça de malandro. Se tu é esforçado mas nao tem sorte ate te dou oportunidade, mas se é aproveitador, tem raiva de quem possui melhores condições de vida, quer agredir, quer roubar e nao quer trabalhar… Bah só tenho a oferecer o talo do mango nas paleteta! E sei q tem gente q deve tá mijando nos garrão por isso, contudo, pra tudo q for atitude errada é merecido castigo. O passe-livre junto bolsa familia e direitos humanos, bah é um baita negocio… o cabra saca os 50 pila, toma um trago e fuma unzinho, pega o busão e faz o q der na cabeça, volta pra casa e ainda faz mais um filho, mais “cinquentinha”! Antes de atacar o problema se tem q atacar o motivo, a causa… Escarafuncha lá na raiz do talo e como diz o ditado “corta o mal pela raiz”, ao invés de obterem regalias essa gente deve obter educação… Quem não ter responsabilidade não merece liberdade! Jamais apoiarei a lacaiada! Vamu q vamu, contra a anarquia! Amigo Claudemir, abraço chinchado, com profunda admiração pelo teu trabalho! Agradeço mais uma vez!

    Claudemir, é com relação a esse tipo de coisa que comentei antes. Nitidamente isso é um jeito de desviar o debate sobre as questões de Santa Maria. Se o debate no site descambar pra isso, babaus. Abre o olho, eles querem te derrubar.

    Sr. Garibaldi, acima esta um dos meus comentários e abaixo o seu, tendo ainda feito outra citação que sou “fake até no ultimo fio de bigode postiço”… Pois bem, entendo q sua postura não é de forma alguma a minha pessoa, ou seja, é um “ataque” por divergência de valores, nem direi “partidária” pq pelo menos eu, como disse anteriormente, não sou filiado a partido algum; e não é à minha pessoa pq nem mesmo me conhece pessoalmente. Não estou defendendo o prefeito atual, pq graças ao Pai Maior e meu esforço próprio não necessito puxar o saco de ninguém, não careço de cargo, como diz Pedro Ortaça: “Eu nunca pedi bexiga pra patrão nem pra milico, por isso ninguem me obriga a ser pelego ou pinico, não choro por rapariga, nem tiro meu chapéu pra rico”! Suei muito até chegar onde cheguei, hoje pode-se dize q tenho sim uma vidinha mais ou meno, mas a lida não foi mansa, meu Moro troteo muitas vezes sem toma água, de goela seca. E Sr Garibaldi, tenha certeza, não levantei nenhuma bandeira de partido pra conseguir a vida q tenho hoje. Admiro o Jornalista Claudemir, acompanho a bastante tempo seu trabalho e agora tive vontade de participar deste valoroso espaço democrático. E meus escritos são minhas idéias, se elogio o executivo é pq acho merecido. Nunca gostei de anarquia e agora com a idade q já me encontro, é certo q não mudo e nem quero mudar. E como diz outra letra gauchesca: “Não vou mata meus avós pra fica de bem com os neto”… Ou seja, não abro mão dos velhos valores morais pra ganha amizade com a anarquia (rebeldia, incompetencia, desinformação, oportunismo, irresponsabilidade, falta de respeito, má educação, baderna, etc). Podem me chama de antigo, guasca, grosso, mas valores morais nunca envelhecem… Meu avô passou pra meus pais e meus pais pra mim, eu pra meus filhos, meus filhos pra meus netos e meus netos para meus bisnetos e assim segue a cavalgada da vida, pra quem busca uma vida com dignidade, honestidade, descencia. Sr Garibaldi devemos exaltar quem é merecedor sim, quem luta pela melhoria de nosso minicipio… Fica mijando nos garrão pq não ta podendo tirar proveito, pq não ganhou nenhum cargo, isso é lamentavel. Se o Sr é da oposição, se acalme, tome chá de alface, agua de melissa, vá pésca lambari na barragem, mas aceite, aguente no osso a realidade… Agora o municipio tem outro líder, é a vez dele direcionar a cidade. Deixem o homi trabalha em paz, q a meu ver ta loko de bom o trabalho dele. Amigo Claudemir, não tenho pq me esconder, o q falo é o q penso, entao te dou uma idéia, podiamos marcar um bom churrasco pra o pessoal q participa do teu espaço poder se conhecer e terei o prazer de repetir minhas idéias, principalmente ao Sr Garibaldi. Sigo dizendo, a unica bandeira q levanto é pela descencia! Amigo Claudemir, um quebra costela chinchado pra ti, sigo te acompanhando galo véio, pois tu também é merecedor de elogio!

  6. @Garibaldi
    Há de fato, algo além de meras coincidências. A mudança mais perceptível em relação as alterações promovidas no governo municipal, foi o comportamento midiático adotado a partir de então.

  7. Prezado Claudemir e demais comentaristas, abram o olho. Na miha opinião tem alguém movendo uma campanha para “melar” o debate aqui no site, agindo como provocador e procurando desqualificar esse espaço.
    Se entrarmos nessa todos perderão: o site, terá menos acessos de pessoas reais e aqueles que tem opinião séria deixarã de expressá-la aqui.
    A quem interessa que esse site perca audiência ou vire um ringue de vale-tudo? Ao prefeito que tem a imprensa na mão? Será? Pensem bem antes de aceitarem provocações de gente paga para fazer isso!

  8. Novamente, a exemplo de outros “pitos” que deste, concordo plenamente. O debate é sempre saudável, com expressão de idéias e simpatias. O que não pode acontecer – e estava acontecendo – são comentários raivosos, adivinhações e até ofensas ao QI do(a) comentarista que manifesta opinião contrária. Este sítio é incomparável em Santa Maria e, smj, a única mídia efetivamente descompromissada com a chapa branca. Vamos respeitá-lo para continuar desfrutando deste precioso espaço. Um abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo