CrônicaCultura

CRÔNICA. Máucio e a crítica severa a dois pratos “modernos” da ceia natalina

Uma amiga me disse dia desses que odiava panetone e sempre nessa época fica sem saber o que fazer com os pães que sua família recebe todos os anos. Houve uma ocasião em que chegaram a ganhar oito de presente, oriundos de amigos, da empresa, dos parentes. O mais esquisito é que ninguém em casa apreciava a iguaria.

Fiquei pensando que essa moda de panetones não é muito antiga por essas bandas, sua popularização tem ocorrido de uns anos para cá. Na verdade, os fabricantes estão conseguindo criar esse hábito. Atualmente, tem uma infinidade de marcas, só que todas são a mesma coisa. Panetone industrializado é uma cuca metida à besta: redonda, fabricada muitas semanas antes e…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra da crônica “Ceia de Natal”, de Máucio, colaborador habitual deste sítio. O texto foi publicado há instantes, na seção “Artigos”. Máucio (Mario Lúcio Bonotto Rodrigues) é cartunista e professor de design no Curso de Desenho Industrial/ CAL- UFSM.  É Bacharel em Comunicação Visual/ UFSM e Mestre em Comunicação/ UFRGS.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo