Claudemir PereiraHistóriaJornalismo

A PAIXÃO POR UMA CIDADE (111). Luciane Rodrigues, a PM que não consegue se ver noutro lugar que não Santa Maria

Por LICIANE BRUN e MAIARA BERSCH (texto) e MAIARA BERSCH (foto)

Luciane Rodrigues: os ideais dela e sua filha estão aqui

Luciane Rodrigues tem 38 anos, 18 deles trabalhando como policial militar. Destes 18, sete passou na cidade de Santa Maria. Natural de São Gabriel, a policial escolheu a boca do monte para vir fazer um curso de sargento em 2004. Além de trabalhar na rua como policial, Luciane também cursa a faculdade de Direito na Unifra.

Segundo a PM, Santa Maria é cheia de oportunidades e possibilidades. Para ela e sua filha de 12 anos, essa é a cidade ideal para viver e continuar construindo suas vidas. “Nosso ideal é aqui. Para estudar, a cidade oferece tudo”. O programa preferido de mãe e filha, é valorizar a cultura da cidade indo ao cinema e ao teatro.

Luciane ainda destaca a proximidade que facilita a vida na cidade. “Moro perto de tudo. Do trabalho, do shopping, de supermercados. Não preciso andar de carro”. Comenta. Hoje, a policial afirma que gosta muito da cidade e que não se vê em outro lugar.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo