PartidosPolítica

É O PSD. Partido ainda nem existe na lei, mas vira-casacas já estão anistiados

Que credibilidade pode ter uma agremiação que, de antemão, já permite que os futuros membros, se demonstrarem inconformidade, poderão sair sem o risco de ter mandatos reclamados no Judiciário. Desculpa, se você estiver a fim de militar ou mesmo for simpatizante do PSD, mas isso não é um partido sério.

E o diabo é que, apesar do tartamudeio do principal líder, o prefeito paulista Gilberto Kassab, ex-DEM, essa vassalagem aos vira-casacas antecipados aparenta ser mesmo real. Estaria o editor exagerando? Bueno, então leia a reportagem de Sérgio Roxo, publicada no jornal O Globo e reproduzida por Ricardo Noblat, e conclua você mesmo A seguir:

PSD de Kassab não exigirá fidelidade

Políticos que decidiram ingressar no PSD, partido criado pelo prefeito Gilberto Kassab, dizem ter a garantia de que o estatuto da nova legenda terá uma cláusula garantindo que os mandatos dos infiéis (políticos que vierem a deixar o partido mais tarde) não serão reivindicados pela sigla. O principal porta-voz desse grupo é o vice-governador da Bahia, Otto Alencar.

– Tenho um acordo com o prefeito Gilberto Kassab para que a não reivindicação dos mandatos conste no estatuto. É líquido e certo que isso vai acontecer – disse Alencar, que deixou o PP para se filiar ao PSD…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo