LUNETA ELETRÔNICA. Greve na UFSM, Marina ex-PV, o almoço do prefeito, Villaverde e a Feicoop, “Caminhe legal”

* Comando Nacional (CNG) da Federação dos Servidores Técnico-administrativos das Universidades (Fasubra), por 52 votos a 47, o indicativo de suspensão da greve.

* A definição sobre o fim do movimento iniciado no início de junho será tomada, porém, só na próxima semana.

* Na UFSM,  a Associação dos Servidores avalia o término da paralisação na próxima terça,  dia 12, em assembleia no auditório do Centro de Ciências Rurais.

* Marina Silva deixou mesmo o Partido Verde. Arrependida? Jamais confessará que sim. Pelo menos não para o público.

* Vem aí uma nova agremiação, exatamente para sustentar o objetivo da ex-senadora e fundadora do PT: concorrer à Presidência da República em 2014.
* Perto da 1 e meia da tarde passada, o secretário de Mobilidade Urbana, Marcelo Bisogno, anotava no seu Twitter: “almoçando com o Prefeito @CezarSchirmer e com empresários da Construção Civil.”

* Essa curiosidade ainda vai mater um editor, mas enfim, não resisto: qual terá sido o cardápio? Não o alimentar, mas o da conversa.

* A Assembleia Legislativa e a Câmara dos Deputados promovem nesta sexta, a partir das 9 e meia, em Porto Alegre, mis um evento do programa “Destinos e Ações para o Rio Grande”.

* Será a conferência “Enfrentamento à Violência contra as Mulheres; Avanços e Desafios”, com a presença da secretária de Políticas para as Mulheres, Márcia Santana.

* Ainda sobre o parlamento, o presidente do Legislativo Gaúcho, Adão Villaverde (PT), também confirmou a presença em Santa Maria, na abertura da Feicoop.

* O prefeito Cezar Schirmer assina nesta sexta de manhã o decreto que institui o programa “Caminhe Legal”.

* Trata-se da padronização dos Passeios Públicos em Santa Maria. Ele foi desenvolvido pela Prefeitura e pelo Escritório da Cidade.

* O objetivo é proporcionar a valorização da identidade urbana estabalecida no Plano Diretor Urbano e Ambiental.

* No ato desta manhã, coordenado pelo prefeito, serão explicados os detalhes do Decreto – que cria mecanismos e determina responsabilidades para tornar os passeios acessíveis, confortáveis e seguros.

SIGA O SITÍO NO TWITTER



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *