Eleições 2010PartidosPolítica

NÃO CUSTA LEMBRAR. O tempo de TV de Dilma e por que tanto Pimenta e Schirmer queriam o PDT em 2008

Confira a seguir trecho da nota publicada aqui na madrugada de 30 de julho de 2010, uma sexta-feira:

BOMBARDEIO. Dilma terá 230 inserções de 30 segundos no Rádio e na TV. Serra, 158

A candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, terá quase 50% mais inserções no trololó eletrônico que começa em 17 de agosto, que o seu adversário, José Serra, do PSDB. E isso pode fazer uma grande diferença, na hora de inocular a mensagem na mente do eleitor.

Não se está falando, aqui, dos programas (e a petista também terá o mesmo percentual de vantagem) normais, veiculados três vezes por semana. Se trata daquelas aparições em meio à programação das emissoras e que, inclusive por “pegar de surpresa” o expectador-ouvinte, têm um efeito devastador, segundo os marqueteiros…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, veio à lembrança a analogia local com 2008. Na época, o PT queria muito o apoio formal do PDT à candidatura de Paulo Pimenta à Prefeitura. No sentido contrário, o PMDB agiu fortemente para impedir a aliança. Ambos sabiam que teriam um pedetismo completamente dividido, mas com preciosos minutos no rádio e na televisão. Era praticamente só o que contava. Ah, o peemedebismo, então, venceu. Não teve o PDT. Mas impediu a adesão ao PT.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo