JudiciárioPolítica

ENTREVISTA. Marchezan Jr adora bronca. Uma, grandona, tem como alvo o Judiciário

Marchezan Júnior: sem economia nas críticas

O título desta nota é uma dedução claudemiriana, claro. O deputado federal Nelson Marchezan Jr, presidente estadual do PSDB, provavelmente não diria isso. Mas é o que mostram as evidência, a partir das posições que o parlamentar tucano tem defendido ao longo dos últimos anos.

Para confirmar essa impressão, ou até desmenti-la, quem sabe, vale a pena ler a excelente entrevista publicada pelo jornal eletrônico Sul21. Marchezan fala de tudo – inclusive da questão do Judiciário, mas também avalia os governos dos petistas Dilma Rousseff e Tarso Genro, aos quais se opõe. A reportagem é de Felipe Prestes. A foto é do arquivo do sítio. A seguir:

Há poderes que se acham acima dos cidadãos, diz Marchezan

O deputado federal Nelson Marchezan Júnior (PSDB-RS) não mede as palavras para criticar o que considera desmandos do Poder Judiciário, na definição de seu orçamento e salários. “São pessoas diferentes, são pessoas que foram abençoadas. As leis que valem pra eles não são as mesma que valem para os cidadãos normais”, dispara.

Recém começando o primeiro mandato em Brasília, o parlamentar lamenta não ter conseguido entrar nas comissões que tratam das finanças públicas, para discutir temas como o orçamento do Judiciário federal e do Ministério Público Federal enviado ao Congresso. No Rio Grande do Sul, Marchezan propôs ações contra “supersalários” do Judiciário, Ministério Público e Tribunal de Contas. “Há em torno de nove ações populares que estão arquivadas ou paradas nos poderes que se acham acima dos cidadãos”, diz.

Em conversa com o Sul21, o deputado, que também preside o PSDB gaúcho desde o início do ano, avalia os governos de Tarso Genro e Dilma Rousseff. “O governo Tarso teve atos políticos bastante positivos no início, mas montou um secretariado muito fraco e agora começam aparecer os reflexos disso na sua gestão”, afirma. Sobre o…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

SIGA O SITÍO NO TWITTER

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo