HistóriaMemóriaMundo

CHAVEZ PARTIU. Vice venezuelano mobiliza militares. Nicolás Maduro será o presidente, apesar da oposição

Hugo Chavez, sabendo do seu estado, foi à televisão e disse quem seria seu sucessor
Hugo Chavez, sabendo do seu estado, foi à televisão e disse quem seria seu sucessor

Não se sabe, no momento em que este texto é escrito, quando será o sepultamento de Hugo Chavez. Mas é certo que a maior parte da população venezuelana está triste. E a comoção é real, dado o fato de a oposição, com apoio da mídia tradicional, estar louca para aproveitar a oportunidade. A tensão é óbvia neste momento e tende a persistir, dizem quaisquer analistas minimamente independentes da situação da Venezuela.

Um é que, prevendo a óbvia possibilidade, ainda no final do ano passado, quando foi a Cuba para uma cirurgia que poderia ampliar um pouco mais sua expectativa de vida, Hugo Chavez foi à televisão, explicou sua situação e, objetivamente, deixou claro para a população quem seria o seu herdeiro, o vice Nicolás Maduro. Que é, legitimamente, reconhecido, após eleito com Chavez e, na prática, o presidente desde então.

O segundo é que os militares, força importante em qualquer debate que se queira fazer sobre aquele país, apoiava Chavez. E apoia Maduro. Que os chamou agora para garantir a ordem e, como ele disse, “garantir a paz”.

Aliás, essas são as palavras exatas do virtual presidente venezuelano, no início desta noite, em rede nacional de televisão: “estamos determinando uma mobilização especial da Força Armada Nacional Bolivariana e da Polícia Nacional Bolivariana neste momento para acompanhar e proteger o nosso povo e garantir a paz“.

A MORTE – Hugo Chavez morreu nesta terça-feira, perto das 7 da noite, no horário brasileiro, vítima de complicações de um cancer na região pélvica. Ele tinha 58 anos e era presidente da Venezuela desde 1999.

Era o líder democrático (eleito pelo povo, com sucessivas votações bem acima da media) mais longevo da história recente das Américas. Estava começando o quarto mandato consecutive – que terminaria só em 2019. Na última eleição, em outubro passado, obteve 55% dos votos, tendo vencido em 22 dos 24 Estados.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo