EducaçãoPrefeituraTrabalho

EDUCAÇÃO. Docentes municipais mobilizados pela atualização do Piso. Confira 2 versões sobre reunião

Manifestação docente na Praça Saldanha Marinho: pressão em frente ao gabinete do Prefeito
Manifestação docente na Praça Saldanha Marinho: pressão em frente ao gabinete do Prefeito

Os docentes municipais, reunidos em torno de seu sindicato, estão mobilizados pela atualização do Piso Nacional da categoria. Fizeram uma série de atividades nesta terça-feira, inclusive marcando Assembleia para a próxima sexta-feira.

Na tarde passada dirigentes do Sinprosm foram recebidos por representantes do governo municipal. E aí, bem, aí há interpretações diferentes. Então, o sítio convida o leitor a conferir dois textos. Um, produzido pela assessoria de imprensa do sindicato; outro, pela Coordenadoria de Comunicação Social da Prefeitura. O primeiro assinado por Camila Klein Severo; o segundo por Vera Jacques. Ah, a foto é deste editor. Acompanhe:

Professores municipais continuam sem o Piso Nacional do Magistério

O Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria SINPROSM promoveu neste dia uma paralisação das atividades do Sistema Municipal de Ensino em defesa da atualização do Piso Nacional do Magistério. Cerca de 70% das escolas participaram da mobilização.

No período da tarde, representantes do SINPROSM se reuniram com os secretários de Município de Finanças, Ana Beatriz Maia Rodrigues de Barros, de Gestão e Modernização Administrativa, Carlos Freitas Vale de Lemos, e de Educação, João Luiz de Oliveira Roth, para debater sobre o pagamento do reajuste salarial que deve equiparar o vencimento básico com o Piso Nacional Profissional do Magistério. Infelizmente, os representantes do Executivo não apresentaram nenhuma proposta de pagamento do reajuste. Segundo a Secretária de Finanças, Beatriz Barros, não há previsão para o pagamento do reajuste e somente após a revisão quadrimestral orçamentária será possível debater sobre uma proposta.

A Prefeitura Municipal de Santa Maria parece desconhecer a Lei do Piso Nacional do Magistério que prevê o reajuste salarial para o mês de janeiro.  Perante o descaso do Executivo, os professores do Sistema Municipal de Ensino terão uma nova assembleia no dia 5 de abril, às 16h, no Clube Comercial, para debater sobre novas mobilizações.

ASSEMBLEIA EM DEFESA DO PISO NACIONAL DO MAGISTÉRIO

Dia: 5/04

Horário: 16h

Local: Clube Comercial

Secretários recebem dirigentes do Sinprosm na Prefeitura para reunião sobre pautas da categoria

Na tarde desta terça (2) integrantes do Sindicato dos Professores Municipais de Santa Maria (Sinprosm) foram recebidos na Prefeitura, pelos secretários de município de Educação, João Luiz Roth, de Gestão e Modernização Administrativa, Antonio Carlos de Lemos e de Finanças, Ana Beatriz Barros. Os professores realizaram uma paralisação das atividades para reivindicar reajuste salarial.

A reunião com os dirigentes da categoria aconteceu no gabinete do secretário de Educação, no 7º andar do Centro Administrativo Municipal. Roth avaliou que a reunião foi cordial, e que a secretária Finanças fez uma explanação sobre reposição, reajuste, índices, aumento real e sobre a receita do município.  Ana explicou à categoria que neste momento não há condições de estabelecer um índice, uma vez que depende de outros indicadores que devem ser fechados até o final do mês.

O titular da pasta da Educação garante que, ao final, ficou assegurado o respeito à categoria e a disposição dos secretários de manter a continuidade do diálogo franco com os professores. “Mas, acima de tudo, o compromisso de conceder um reajuste que, embora digno, corresponda à responsabilidade do município de cumprir”, diz Roth.

Novos encontros, segundo o secretário de Gestão, Antonio Carlos de Lemos, serão agendados provavelmente para depois do fechamento do quadrimestre financeiro, que se dará no final deste mês. “Qualquer medida de repercussão financeira será a partir deste resultado, porque deve atender à Lei de Responsabilidade Fiscal e o limite de comprometimento da folha de pagamento dos servidores”, argumenta Lemos.” 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Os secretários municipais desconhecem a lei do Piso Nacional,não reconhecendo como data base para seu reajuste,primeiro de Janeiro e não em Março como eles querem.A categoria foi tratada de forma desrespeitosa,quando eles perguntaram:vocês não tinham que estar dando aula? Somos uma classe que sabemos de nossas responsabilidades e também conhecemos nossos direitos e por eles vamos lutar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo