PolíticaPrefeituraSanta MariaTragédia

PREFEITURA. À espera da reforma administrativa, já são quatro secretarias vitais sob comando de interinos

O prefeito Cezar Schirmer anunciou, faz mais de duas semanas, em entrevista ao colega Vicente Bisogno (AQUI), da rádio Imembuí, que reencaminharia a reforma administrativa à Câmara até maio, “no máximo”. Reiterou essa disposição em entrevista PUBLICADA neste sábado, no Diário de Santa Maria.

Não se sabe exatamente o que constará nessa reforma, de resto provavelmente pouco diferente daquela enviada ao Legislativo imediatamente antes da tragédia de 27 de janeiro. O certo, porém, é que não pode demorar muito. Afinal, o que não falta, na administração municipal, hoje, é interinidade. E em pastas consideradas vitais em qualquer projeto de gestão. Estará o editor delirando? É?

Então, tente o leitor consultar o sítio da prefeitura, e buscar a nominata dos integrantes do primeiro escalão, para tentar se informar. Estará frito. Afinal, ali ainda consta, por exemplo, Flávio Brum como secretário de Saúde, embora ele tenha se AFASTADO, a pedido, em 16 de janeiro.

Melhor, portanto, não dar muita bola para a página oficial do governo – pelo menos no que toca às informações sobre os nomes do primeiro escalão. Inclusive porque já há, confirmadas, outras duas interinidades. Além de Brum, substituído provisoriamente (mas dura até agora) pela procuradora Anny Desconzi, estão fora do governo outros dois titulares no secretariado. São eles os ocupantes das pastas de Controle e Mobilidade Urbana, Miguel Passini, e de Proteção Ambiental, Luiz Alberto Carvalho Júnior.

O primeiro, sob investigação da polícia, a pedido do Ministério Público, por conta da tragédia da boate Kiss, está oficialmente em férias. Seu substituto eventual é Carlos Brasil Pippi Brisola, o titular da secretaria de Planejamento Estratégico e Projetos Especiais.

O segundo, que teve seu indiciamento arquivado pelo MP, se encontra licenciado para tratamento de saúde. O substituto, no impedimento momentâneo, e que já dura mais de duas semanas, é Carlos Alberto Souza Buzatti.

O editor apurou, neste final de semana, que outro secretário se afastará imediatamente. Também para tratamento de saúde. O anúncio deve se dar ainda nesta segunda-feira. O titular da pasta de Educação, João Luiz Roth, por expressa recomendação médica, terá que deixar o posto, sendo substituído, interinamente, por Silvana Costabeber Guerino, a atual secretária adjunta.

Resumo da ópera: pelo menos quatro pastas consideradas estratégicas, em qualquer administração, estão (ou estarão) sem titulares. Também como em qualquer governo, isso demonstra fragilidade de gestão. Que pode ser temporária. Tomara que seja, aliás. Mas que, pelo menos em um caso, o da Saúde, não tem explicação. Exceto, quem sabe, pela dificuldade de encontrar alguém disposto a ocupar a função.

EM TEMPO: se forem acrescidos aqui os nomes de pelo menos dois titulares de secretaria que gostariam de se afastar (mas não fazem isso exatamente para ajudar o Prefeito) e aqueles que o próprio comandante gostaria de afastar e se terá a exata dimensão do que acontece no interior da administração municipal. E que precisa ser resolvido. E com urgência. Afinal, a comunidade é que padece com essa óbvia fragilidade.

A situação só não está pior porque, ao contrário de que trombeteiam alguns bajuladores do prefeito, dentro e fora do Palacete da SUCV, há uma evidente compreensão de todos os atores políticos e midiáticos de Santa Maria. De maneira que se estendeu um grande manto de solidariedade. Só que, como se sabe, até isso tem prazo de validade.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. tamo bem arrumados… Mas, por outro lado, Ter ou não ter, Secretarios e Prefeito e ainda Vereadores, Eis a Questão.

  2. Pobre Santa Maria. Não há o menor indício que o prefeito tome as rédeas da situação, ao contrário, pelo que tenho lido o alcaide pretende transformar-se numa espécie de Rainha da Inglaterra, nomeando um Primeiro Ministro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo