Câmara de VereadoresCidadaniaPartidosPolíticaPrefeituraSanta Maria

CÂMARA OCUPADA. Governo, sem Badke, não cede. Oposição está indignada. Confronto parece inevitável

Faltavam exatos 13 minutos para a meia noite quando a Caixa de Entrada do meu autiluque anotava a presença de uma nova correspondência eletrônica. Esta, que você lê a seguir, na íntegra:

NOTA PÚBLICA

Os vereadores responsáveis pela eleição da Mesa Diretiva (PMDB – PP – DEM – PDT – PTB – PR) reunidos decidem reconhecer de forma pública os esforços da presidência do Poder Legislativo na busca do entendimento para viabilizar um consenso em relação às demandas apresentadas. Lamentavelmente, não se viabilizou o desocupação do espaço através do diálogo com os manifestantes que estão na sede do Poder Legislativo a mais de 50 horas. Qualquer pauta de reivindicação apenas será discuta após a liberação do prédio público. Assim sendo, solicitam aos manifestantes a desocupação voluntária da CMVSM. Não sendo acolhida a solicitação de entrega do imóvel público, serão tomadas as medidas cabíveis.

Santa Maria, 27 de junho de 2013.

Anita Costa Beber, Deili Silva, João Carlos Maciel, João Kaus, Maria de Lourdes Castro, Marta Zanella,  Marcelo Zappe Bisogno, Paulo Airton Denardin, Sandra Rebelato, Sergio Roberto Cechin, Ovidio Mayer e Tavores Fernandes

O QUE ELA SIGNIFICA?

O óbvio. Isto é, a bancada governista, unida através do documento, resolveu não atender  às reivindicações dos que estão, ainda neste momento, ocupando as dependências da sede do parlamento da comuna. Mais, estuda a possibilidade de discuti-las só “após a liberação do prédio”.

Mais ainda: anuncia claramente a intenção de solicitar a reintegração de posse. Seria, até onde vai o conhecimento do editor, a única “medida cabível”, de vez que a negociação está encerrada. Mas há um detalhe: nem todos os vereadores do governo assinam a nota. A menos que tenha sido esquecimento (mmmm…), Manoel Badke, o Maneco, do DEM, não está no grupo.

Ao mesmo tempo, a “Nota Pública” dá conta, implicitamente, que houve reuniões da base aliada e que, nelas, simplesmente não houve aceitação para os pedidos dos ocupantes. É a dedução possível. Nem a renúncia dos três integrantes da CPI da Kiss, menos ainda a exoneração do Procurador Robson Zinn, também presidente do PMDB.

De outro lado, também se trata de uma resposta a outra nota, divulgada 40 minutos antes, em que a oposição se mostrava INDIGNADA com a ausência do presidente Marcelo Bisogno, entre outras questões.

Isso tudo é fato. Uma obviedade. Mas, e agora, o que acontecerá?

É fácil supor que os cerca de 200 ocupantes da Câmara já tenham conhecimento disso. O que farão? Partirão para o confronto anunciado pela nota governista? Isto é, esperarão que se cumpra a ameaça de retirada via “medidas cabíveis”. Cederão? Conversarão?

Esse é o clima deste momento. Um claro confronto após cerca de 55 horas de ocupação, em que nada mais aconteceu no parlamento santa-mariense. Nem mesmo a reunião plenária desta quinta ou qualquer outro encontro de natureza política.

RESUMINDO:

Oposição indignada com a Direção da Câmara, especialmente o presidente. Governo (noves fora Manoel Badke?) recusando-se a ceder às reivindicações. Manifestantes dispostos a permanecer. A menos que alguma das partes resolva ceder – o que neste momento não parece muito provável – estamos a caminho de um confronto de final imprevisível. Exceto, claro, pelo inevitável desgaste da atividade parlamentar. Algo ainda a ser melhor analisado.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

21 Comentários

  1. Se a justiça eleitoral fiscalizar os que assinam esta nota, via limpar efetivamente a câmara de vereadores.
    Não sobra um para contar história.
    O uso da máquina pública já levou dois e se a justiça eleitoral apertar, não sobra ninguém.
    Estes aí, não tem moral alguma.
    Só interesses pessoais e eleitorais.
    É a pior legislatura da história da cidade de Santa Maria.

  2. O descaso desse governo municipal com o que está acontecendo em nossa cidade chega a ser fantasiosa. Não quanto aos senhores, mas chama a atenção que nada, mas absolutamente nada se faz quanto a esse caso da Kiss e dos desmandos desses vereadores. Não perceberam que por isso, também, o povo está nas ruas. Não compreendo essa inércia, sério. Se contasse para qualquer pessoa de fora da cidade eles não estariam acreditando. Enquanto isso segue uma festa junina na praça. Dá para acreditar? Mas aí, eis que saem notas, desculpas e todas como? Apoiando os vereadores envolvidos em escândalos??? Inacreditável, inacreditável mesmo. São lideranças políticas do psol, pstu, pt, psss, não interessa. Se fossem outros partidos, movimentos o tratamento seria diferente? O governo sairia da inércia que se encontra? Não, não fariam nada. Pois estão embaixo da mesa, com medo, estão acuados, deram munição para o inimigo e agora não querem receber bala. Saiam de baixo da mesa, vão para a discussão. O Zinn não quer saír? Oras, não é uma questão legal sua presença é uma questão moral. Os vereadores envolvidos na gravação devem seguir pela caçassão por falta de decoro parlamentar, no mínimo. E por favor, deem atenção aos pais das vítimas da boate Kiss. Ah, mas aí algum desinformado da prefeitura vai dizer: “mas a prefeitura não é responsável pelo incidente da boate”. Sim, pode até não ser, mas foi aqui que aconteceu essa tragédia, em Santa Maria.

  3. O caráter é decisivo nas pessoas..e pelo visto a empáfia da gestão Schirmer atingiu a todos.
    Mil cairão ao teu lado e dez mil á tua direita mas tu não serás atingido.
    #vempracâmara vc também!

  4. Que absurdo a falta de sensibilidade que estes vereadores governistas estão tendo não se dando conta que para encobrirem a imoralidade daqueles que são fazem parte da gravação que eles mesmos fizeram para chantagear uns aos outros.

    Ainda,supõe-se, que estejam todos comprometidos em não poder apoiar a exoneração do Procurador da Câmara que deve saber muitas cositas destes ediles!

  5. Parabéns Pablo, tu parece ser daqueles que entende que ser filiado a um partido é crime. Mussolini era contra partidos também, exceto o seu.
    Mas, quanto ao documento, acho que ele só ganhou peso com a assinatura do Tavores, da Sandra e da toda poderosa Maria. Volto a pedir: Chega de tripudiar sobre o povo de Santa Maria.
    Os governistas tanto pediram, tanto provocaram o povo, tanto debocharam da dor dos santamarienses que o resultado está aí. Agora aguentem. Ou vão botar a polícia pra cima daqueles cidadãos que lá estão? Caso de polícia é esta CPI e não a ocupação.

  6. Não seria interessante que as entidades que apoiam o movimento (ocupação) da Câmara de Vereadores de Santa Maria, promovessem, agora, uma maior ocupação, tanto interna quanto externa ao prédio? Isto demonstraria o apoio da população em geral ao movimento, dando mostra de que não deverá ceder. Assim, se houver uma tentativa de desocupação à força, esta terá de ser muito mais substancial do que os vereadores da CPI possam imaginar. Não há espaço para retrocessos, neste momento.

  7. Vejam o tamanho do comprometimento que tem esse vereadores, que eles entregam o pescoço para degola e não se afastam do rei, agora podem ter certeza se a policia intervir a tragedia vai ser maior do que a da Kiss, tudo por não ouvir os donos da Kiss.

  8. Quando o outro presidente LULA, disse que nada sabia, a oposição atacou.
    Hoje quando este, marcelo b, não APARECE,(não) MOSTRA A CARA, nem para conversar com seus colegas é o QUE???

  9. @ EDUARDO COVALESKY – Rapaz,endosso e parabenizo teu comentário. Os abutres não observam limites para defender seus interesses.Pouco importa a dor alheia.

  10. Quero ver as medidas cabíveis… Se invadirem a câmara os vereadores da oposição DEVEM estar lá, especialmente o Vargas…

  11. Boa Covalesky. Tem gente que é covarde até em comentários virtuais. Se a esquerda é solidária com os familiares, é taxada de oportunista. Já aqueels que tripudiam de 242 mortos, com suas reuniões na calada da noite para que não se chegue a lugar nenhum em uma investigação, chafurdando em cima de 242 cadáveres devem ser chamados de que…?

  12. Lamentável que o Vereador Marcelo Bisogno manifeste-se como membro da base do governo e não como Presidente do Legislativo. O momento exige uma posição clara do Presidente.

  13. Caro Pablo.
    Nem tudo na vida é política.
    Tu deves ter familiares, e eu desejo, do fundo do meu coração, que nunca tu passes por uma situação destas.
    As pessoas que perderam seus familiares, assim como os da tragédia da TAM , que ocorreu em 2007, não irão esquecer, e continuarão buscando por justiça por muitos anos.
    Santa Maria, não voltara a sorrir por vontade de alguns.

  14. Uma nova palavra de ordem foi lançada na câmara: “Se o acordo não rolou ôôh foi porque o Bisogno amarelou”. #VemPraCâmara

  15. O pessoal cantando a marchinha do momento:

    “Se você fosse sincera
    ooooo Mariaaa!
    Aqui eu não estaria,
    e justiça faria!

    Não investiga nada,
    só enrola e dá sermão,
    não agiliza nada pra esconder corrupção,
    não respeita a vida e muito menos pai que chora!
    Oooo CAI FORA!”

  16. Pablo, A bancada governista esta Colendo o que Plantou , quando a oposição tentou fazer uma CPI o Governo em um ato duvidoso ou irresponsável protocolou um pedido antes e criou a sua CPI e agora um assessor do vice presidente da CPI grava uma reunião que a presidente fala que a CPI não pode chegar no prefeito com todo este contexto o senhor acha que a ocupação da câmara é um ato Partidário , se fosse em outros tempos os vereadores gritões de oposição já tinham casado e corrido o prefeito da Cidade.

  17. Pablo Só falta o senhor escrever que o incêndio da Kiss foi um Ato Partidário sem falar que a gravação foi de um assessor do ver Tavores DEM , sem falar que a oposição tentou Fazer uma CPI e a bancada governista deu um GOLPE e “protocolou” um pedido de CPI antes da Oposição.

  18. Qual é a sugestão, Pablo? Quer que a Juventude do PMDB vá pra tribuna?

    Essa situação já excedeu o apelo público muito além do tamanho e da mobilização de qualquer partido.

    Papelão maior fazem os partidários que realizam reuniões obscuras em suas casas em defesa de um “deixa estar” vergonhoso.

  19. Agora a SEDUFSM através de seu presidente integrante do Psol, o DCE através de seus militantes da tendência interna do PT articulação de esquerda e o ex-candidato a prefeito e demais integrantes do Psol, juntamente com o advogado do Movimento luto a luta militante do PT, vão realizar uma plenária e ver qual a próxima exigência, ahh desculpem, a mobilização não é partidária, errei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo