CidadaniaConsumidor

NÃO CUSTA LEMBRAR. Procon e telefônicas: 0 x 1

Confira a seguir trecho da nota publicada na noite de 7 de agosto de 2012, terça:

CONSUMIDOR. Procon fecha acordo com operadoras de telefonia móvel do Estado. Saiba o que foi acertado

Tudo começou, não é demais lembrar, com ação da Ordem dos Advogados do Brasil, seção gaúcha. Depois, veio o Procon e, em seguida quem deveria vir em primeiro lugar, a Anatel, a agência reguladora. Feita essa necessária incursão histórica – afinal, não faltarão “pais” no futuro – o fato é que, enfim, parece estar se encaminhando algum tipo de solução capaz de beneficiar o consumidor.

O quê? Um termo de ajustamento assinado hoje, na capital, como conta o texto de Priscila Abrantes, da assessoria de imprensa da Secretaria de Justiça, a que está vinculado o Procon/RS. A seguir:

Procon RS assina acordo com operadoras para melhorar serviço ao consumidor

O Procon RS encaminhou, na tarde de terça-feira (07) uma solução para os problemas enfrentados pelos consumidores do setor de telefonia móvel no Estado. Após mais de uma semana de negociações,o órgão ligado à Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH), assinou…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, a briga continua e até uma CPI na Assembleia foi formada e está andando. Só o que não funcionou mesmo foi o tal acordo. Este virou pó… E a vitória não é dos consumidores.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo