Eleições 2012Judiciário

NÃO CUSTA LEMBRAR. Os prefeitos “sub judice”

Confira a seguir trecho da nota publicada na madrugada de 12 de outubro de 2012, sexta:

ESPERA. 122 municípios brasileiros que dependem do TSE para conhecer seu prefeito. É o caso de Polêsine

O levantamento, feito com base em informações oficiais do Tribunal Superior Eleitoral, é do G1, o portal de notícias das Organizações Globo. São 122 comunas que, por conta de impugnações ainda não julgadas (inclusive por conta da Lei da Ficha Limpa, mas não apenas), não têm como saber quem ganhou a eleição para prefeito.

Aliás, há três casos em que nenhum prefeito foi eleito. Isso mesmo: todos os candidatos foram impugnados. Só três Estados – Acre, Alagoas e Roraima – não têm prefeitos “sub judice”. No Rio Grande do Sul, entre as cidades que esperam pelo TSE está a vizinha São João do Polêsine. Ali, Valserina Gassen (PMDB) foi impugnada. Se liberada, vira prefeita. Do contrário, assume a atual (e reeleita), Denise Milanesi (PP)…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI

PASSADO EXATAMENTE UM ANO da publicação da nota, ainda estão acontecendo eleições suplementares em várias comunas brasileiras, por conta de decisão do Tribunal Superior Eleitoral. Não foi o caso, porém, de Polêsine, onde se confirmou, judicialmente, a vitória obtida nas urnas pela atual prefeita Valserina.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo