Economia

HORÁRIO DE VERÃO. Economia de energia é de 2.565 megawatts, o equivalente a R$ 405 milhões

POR MAIQUEL ROSAURO

O horário de verão terminou à meia-noite deste domingo. A economia de energia, conforme o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), foi de de 2.565 megawatts, durante os 119 dias do período. Leia abaixo na matéria do G1:

Horário de verão acaba em 10 estados e no DF

Terminou à 0h deste domingo (16) o horário de verão. Devem atrasar seus relógios em uma hora moradores dos estados: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, São Paulo, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás, além do Distrito Federal.

O objetivo do horário de verão é aproveitar os dias mais longos do verão, com mais tempo de luz solar, para reduzir o consumo de energia. De acordo com o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS), a medida foi responsável por economizar R$ 405 milhões e uma redução de energia, no horário de maior uso, de 2.565 megawatts, durante os 119 dias do período.

A redução de demanda representa cerca de 4% do consumo médio de energia nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

CLIQUE AQUI para ler a matéria completa.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo