AssembleiaCidadaniaEstadoPolítica

CIDADANIA. 37 deputados já confirmaram adesão à Frente contra o Racismo. Ideia é obter a unanimidade

Um dos que já aderiu à proposta lançada por Valdeci Oliveira (D), foi o tucano Jorge Pozzobom
Um dos que já aderiu à proposta lançada por Valdeci Oliveira (D), foi o tucano Jorge Pozzobom

A Assembleia Legislativa vai, com certeza, criar a Frente Parlamentar contra o Racismo, a Homofobia e outras formas de preconceito. Já no primeiro dia de coleta de assinaturas, o deputado Valdeci Oliveira obteve 37 adesões. Há boas chances, sim, de obter a unanimidade e o parlamento gaúcho dar um exemplo e tanto para o País.

Mais detalhes da proposta e do andamento dos trabalhos para sua implantação você tem através do material produzido e distribuído pela assessoria de imprensa do parlamentar santa-mariense. O texto é de Tiago Machado, com foto de Gabriela Freitas. A seguir:

Assembleia Legislativa reforça combate ao racismo

O enfrentamento à discriminação ganha força na Assembleia Legislativa. Nesta terça (11), o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT), vice-presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos (CCDH) do Parlamento Gaúcho, deu início a coleta de assinaturas para criação da Frente Parlamentar contra o Racismo, a Homofobia e outras formas de preconceito.

Até o final do dia, 37 dos 55 parlamentares confirmaram apoio à Frente. Valdeci continuará o trabalho nesta quarta (12), já que alguns parlamentares estavam em atividades fora do Legislativo. “Esperamos abrir a Frente com 100% de adesões das bancadas para realizar uma mobilização muito ampla política e socialmente no Estado”, destacou.

Também nesta quarta (12), às 9h, o árbitro de futebol Márcio Chagas – vítima de racismo durante partida do Campeonato Gaúcho realizada na semana passada, em Bento Gonçalves – será ouvido pelos integrantes da CCDH da Assembleia Legislativa. “Vamos abrir espaço para que o Márcio Chagas possa relatar com detalhes o caso de racismo sofrido. Certamente, ele será um mobilizador na luta contra o preconceito e a discriminação e também deverá se engajar na Frente Parlamentar”, antecipou Valdeci.”

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo