ArteAssembleiaCâmara de VereadoresCulturaEducaçãoEleições 2014EstradasPolíticaPrefeituraTrabalhoUFSM

LUNETA ELETRÔNICA. Rebelião na Coperves (?), professores, secretário na cidade, mostra dos trens…

* Foi por pouco. Uma reunião da Comissão Permanente do Vestibular da UFSM, na manhã passada, foi convocada para tratar de um único tema: a autoextinção.

* Exatamente isso. A ideia era a renúncia coletiva, a ser comunicada ao reitor Paulo Burmann. Razões? Não ficaram muito claras, mas obviamente têm a ver com a indefinição acerca do sai-não-sai vestibular.

* Certamente, porém, não é apenas isso. Não deve ser, ao menos. Só algum tipo de descontentamento, com o qual ao menos este editor não atina, poderia determinar tal decisão.

* De todo modo, em algum momento do encontro, surgiu a turma do deixa-disso. Chegou-se a dizer que a medida significaria confusão muito maior do que a já existente. E o pessoal desistiu. Pelo menos por enquanto.

Câmara aprovou projeto para contratação emergencial (foto Ronei Bueno da Cruz/AICV)
Câmara aprovou projeto para contratação emergencial (foto Ronei Bueno da Cruz/AICV)

* Em sessão extraordinária, a Câmara de Vereadores aprovou, na tardepassada, projeto que autoriza a Prefeitura a contratar professores de forma emergencial.

* As contratações, explica o executivo, serão até 31 de dezembro, quando encerra o ano letivo e visam a substituir as licenças temporárias.

* A medida não está agradando aos docentes da rede, que querem, mesmo, é concurso público para preencher vagas, uma vez que a categoria está sobrecarregada.

* Este tema, certamente, será incluído entre os que serão discutidos ao longo desta quarta-feira, em manifestação que já havia sido marcada pelos trabalhadores, através de seu sindicato, como você leu AQUI  na noite desta terça.

* O secretário de Infraestrutura e Logística, João Victor Domingues, participa nesta quarta-feira de reuniões em Santa Maria para acompanhar as obras na região. 

* Às 11 da manhã, Domingues se reúne com o prefeito Cezar Shirmer para tratar da Faixa Velha para Camobi e, às 2 da tarde, fala com a com a comissão de acompanhamento da mesma rodovia na Câmara.

* Nessa reunião, será apresentado o projeto do viaduto. Ainda na Câmara, às 3 e meia, Domingues recebe a comissão da Quarta Colônia de Faxinal do Soturno e Ivorá.

* A Procuradoria Regional Eleitoral pediu a impugnação de várias candidaturas, entre elas a do deputado Valdeci Oliveira, que busca a reeleição.

* O pedido é por conta dos apontamentos do Tribunal de Contas. Valdeci deve apresentar a defesa que será baseada, provavelmente, na decisão da Câmara de Vereadores, que o inocentou.

Pozzobom quer manter a Justiça Militar do RS, uma das poucas do país (foto Divulgação)
Pozzobom quer manter a Justiça Militar do RS, uma das poucas do país (foto Divulgação)

* O deputado Jorge Pozzobom é contra a extinção da Justiça Militar do RS. Aliás, uma das raras do País. E defendeu isso em audiência pública nesta terça.

* O evento foi promovido pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia. O tucano entende ser inconstitucional a PEC que prevê o fim da JMRS.

* Até  11 de agosto é possível conferir na Cesma (Professor Braga 55, 2º andar) a exposição de quadros do artista Cesar Fávero, “Flora ao Cubo”.

luneta cesma* A mostra conta com 12 obras (confira uma na foto ao lado) divididas por temas como “poesia, pintura e fotografia”. A exposição é dedicada à mãe de Fávero, que está acometida pelo mal de Alzheimer.

​* Santa Maria vai receber, ainda neste mês, a Exposição Fotográfica “O Rio Grande na era dos trens”, de Alfonso Abraham e José Abraham.

* A abertura oficial da mostra será realizada no dia 22, às 7 da noite, na Sala Iberê Camargo (localizada no 2º andar do Arquivo Público Municipal, na Rua Appel, 900). A Exposição fica aberta ao público até 15 de agosto.

* “O Rio Grande na era dos trens” é uma realização da Prefeitura, por meio da Secretaria de Cultura e Museu de Arte de Santa Maria (Masm).

* Segundo o autor e curador da Exposição, Alfonso Abraham, a mostra é um verdadeiro documento historiográfico de imagens dos dois profissionais, que registraram quatro décadas do transporte ferroviário no Rio Grande do Sul, no período de 1950 a 1984.

* Para saber mais do evento e de seus autores, além de obter mais informações, confira material produzido pela assessoria de imprensa da Prefeitura (AQUI).

Foto como esta poderão ser vistas por todos, de 22 deste mês até 15 de agosto (Divulgação)
Foto como esta poderão ser vistas por todos, de 22 deste mês até 15 de agosto (Divulgação)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

3 Comentários

  1. Gente, que "bafão"! É isso que dá apostar em equipe comprometida com a "Eleição" da "Gestão", em vez da "Instituição" e sua "Missão".

  2. Olá Claudemir
    Quero te convidar para conhecer meu trabalho que está em exposição no MASM. Sou aluna do curso de Artes Visuais da UFSM, e esta é a minha primeira exposição que tem a curadoria da professora Rebeca Stumm. A oportunidade para divulgar este trabalho foi por meio do edital que o MASM publica todos os anos para ocupação dos espaços públicos da prefeitura.
    O "Jardim Cerâmico" está aberto a visitação deste o dia 03/07 até o dia 30/07. No dia 29 farei um coquetel com lançamento do catálogo referente a esta exposição e gostaria muito se você puder comparecer.
    Acompanho o teu trabalho principalmente pelo jornal A Razão (sextas-feiras) e sou tua fã.
    Abraço.

  3. É um pouquinho mais complicado se não estou desatulizado. Se a verba é de convênio com outro ente da federação, a competência de julgar as contas é do Tribunal de Contas e não da CV. Para que não ocorra a impugnação é necessário uma decisão judicial derrubando a decisão do TCU. Salvo melhor juízo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo