CampoEconomia

ECONOMIA. Campo não nega fogo e a safra de 2015 deve ser outra vez recorde: 198 milhões de toneladas

Colheita de soja, que neste ano teve uma produção 5,6% maior que na safra anterior
Colheita de soja, que neste ano teve uma produção 5,6% maior que na safra anterior

A combinação do aumento da área plantada (1,5%) com rendimento maior (7,2%) permite ao IBGE estimar um aumento de perto de 8 milhões de toneladas à já grandona safra de cereais, no próximo ano. O campo, mais uma vez, não nega fogo e permite equilibrar eventuais problemas encontrados em outros setores da economia.

Para saber mais da estimativa da safra que vem aí, vale conferir o material produzido pela Agência Brasil. A reportagem é de Vitor Abdala, com foto de Valter Campanato. Acompanhe:

Safra de 2015 deve ser 2,5% maior que a produção deste ano

A safra de 2015 deve ser 2,5% maior do que a produção agrícola esperada para 2014. A estimativa é do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que divulgou hoje (11) o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola + Safra 2015. A previsão é que o próximo ano tenha uma produção de 198,3 milhões de toneladas de cereais, leguminosas e oleaginosas.

Entre as principais lavouras da próxima safra de verão, a expectativa é que haja crescimento da soja (9%), do arroz em casca (1,4%) e milho primeira safra (0,3%). Também é esperado crescimento nas primeiras safras de feijão (11%) e de amendoim em casca (10,7%). Dessas primeiras lavouras, apenas o algodão herbáceo deverá ter queda na produção (-8%).

O aumento de 2,5% esperado para 2015 deve-se, segundo o IBGE, aos aumentos de 1,5% na área plantada de soja e de 7,2% no rendimento médio esperado para a safra do grão, totalizando 7,7 milhões de toneladas a mais que na safra de 2014…”

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Só que os preços não são os mesmos de antanho. E a safra de trigo gorou. Muito não atingiu a qualidade necessária para fazer farinha. E muito do resto não pode ser utilizado para fazer ração. Conteúdo fúngico muito alto. Muita chuva. Teve gente que nem colheu tudo. O preço caiu muito também.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo