PartidosPolítica

POLÍTICA. Disputa fraticida no tucanato gaúcho faz vítima: decisão alija Pozzobom, que apoiará Redecker

Pozzobom: de favorito, após as convenções, a fora da disputa (foto Marcelo Bertani/AgAL)
Pozzobom: de favorito, após as convenções, a fora da disputa (foto Marcelo Bertani/AgAL)

A origem, se é que dá pra colocar dessa forma, está na convenção municipal de Santa Maria (e também de outros municípios gaúchos) de 16 de maio. Então, para ficar só na boca do monte, o PSDB elegeu, com 85% dos votos, todos os representantes da chapa capitaneada politicamente pelo deputado estadual Jorge Pozzobom. Não só o Diretório e Executiva locais, como os delegados da cidade com direito a voto na convenção estadual, marcada para daqui 12 dias, em Porto Alegre.

Os derrotados aqui (e também nas outras comunas) recorreram e, na última sexta-feira, dia 29, a Resolução 015/2005 (acesse a íntegra, no linque lá embaixo desta nota) decidiu “suspender a participação dos Delegados e Suplentes à Convenção Estadual do PSDB…eleitos nos municípios de Caxias do Sul, São Leopoldo, Santa Maria e Dom Pedrito…”

PSDBO efeito é devastador. O editor fez contato com as lideranças dos dois lados, no final de semana. E pode afirmar, com convicção: a decisão nacional tem dois efeitos imediatos. Um deles é o fortalecimento numérico do deputado federal Nelson Marchezan Júnior (que perdeu feio em Santa Maria, no resultado agora sub judice), diante do desfalque de votos do seu até aqui principal adversário, Pozzobom.

O outro é a retirada da disputa de Pozzobom, que já começou a conversar com outros correligionários, para buscar uma alternativa a Marchezan. Ainda que, há coisa de duas semanas, tenha negado isso ao editor, Lucas Redecker (deputado estadual e secretário estadual de Minas e Energia) é o nome a ser apresentado, com apoio de todos os deputados estaduais, exceto Pedro Pereira.

Redecker, e isso inclusive foi tratado neste domingo, no festerê de aniversário de Pozzobom (AQUI) será o  plano B, na tentativa de vitoriar-se diante do deputado federal. Quem vencerá? Ninguém sabe. Neste momento. Quem perde? Talvez o próprio PSDB, que, em termos estaduais, é partido não mais que médio, e se encontra em processo de refrega fraticida.

EM TEMPO: aliado de Jorge Pozzobom, ouvido pelo editor no início da noite de sábado, vê pelo menos um ponto positivo, na decisão da Executiva Nacional. O deputado se voltará de forma mais permanente a Santa Maria, onde disputa a prefeitura em 2016. A conferir.

PARA LER A ÍNTEGRA DA RESOLUÇÃO DO PSDB, CLIQUE AQUI.

 

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. É a velha política gaúcha – onde os perdedores não aceitam o resultado das urnas ao tempo de Borges de Medeiros, e, após derrotas apegam-se em artimanhas para conseguirem os seus pleitos, "digamos que pessoais", ao velho estilo do lider gaúcho. Mas, com despreendimento e perseverança esses tempos passados estão com dias contados.

  2. Existe uma lacuna neste post, ou seja, qual o fato ou fatos, que foram considerados tão graves a ponto de resultarem em medida tão extrema quanto esta, que vetou a participação de delegados do partido, e que foram, a princípio, legitimamente eleitos??? com a palavra o editor, bem como a própria ala que defende o Pozzobon.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo