SAÚDE. Hospital de Santiago, com dois prefeitos, vem em busca de apoio para administrar Hospital Regional

SAÚDE. Hospital de Santiago, com dois prefeitos, vem em busca de apoio para administrar Hospital Regional - cacism-hospital

Presidente da Cacism (de camisa azul) foi o anfitrião do encontro com prefeitos e HCS

Embora a proposta já tenha sida aprovada duas vezes pelos secretários de município, com apoio também do Conselho Regional de Desenvolvimento, prefeitos da região não desistem de deixar a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para trás, na decisão de gerir o Hospital Regional. Só falta o Governo do Estado formalizar. No entanto, nos últimos dias surgiu o interesse do Hospital de Caridade de Santiago – respaldado pelos prefeitos daquela cidade e de Jaguari.

Tanto a instituição santiaguense quanto os chefes do Executivo estiveram nesta terça-feira na boca do monte. Papearam com empresários, na Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria. Estão em busca de apoio para sua pretensão, como se pode conferir no material produzido e distribuído pela assessoria de imprensa da Cacism. O texto e a foto são de Marinna Sellmer. Acompanhe:

CACISM e outras entidades se reúnem com administração do Hospital de Santiago e prefeitos

Na manhã desta terça-feira, 07 de julho, as entidades empresariais de Santa Maria se reuniram, na sede da CACISM, com os prefeitos Julio Ruivo, de Santiago; João Mário Cristofari e o administrador do Hospital de Caridade de Santiago, Ruderson Sobreira, para explanação sobre a proposta para administração do Hospital Regional de Santa Maria.

O prefeito de Jaguari ressaltou a importância de um modelo de hospital que tenha como característica a regionalização e a alta resolutividade. O prefeito de Santiago destacou a importância do investimento em saúde na região e que o Regional sempre foi um esforço conjunto de forças políticas para que fosse viabilizado.

Ruderson Sobreira iniciou a apresentação falando sobre a necessidade de um hospital geral, que atenda a região. A sua gestão no Hospital de Caridade de Santiago iniciou em 2004 e hoje atende mais de 180 leitos e 32 municípios da região.

Para o Hospital Regional, a proposta prevê uma primeira fase com atendimento de baixa, média e alta complexidade, 133 leitos e SUS. Entre os serviços, destaca-se a UTI Adulto, pronto socorro 24h, hemodiálise e setor traumatológico. O administrador do HCS ressaltou a importância da filantropia para o regional: “A filantropia garante um atendimento humanizado, regionalizado e com alta resolutividade, além de ter menos custo operacional”. Segundo ele, caso a proposta seja aceita, a previsão de abertura do Regional é no primeiro semestre de 2016.

O presidente da CACISM, Luiz Fernando Pacheco ressaltou a importância de ouvir as duas propostas: “Hoje nos foi apresentado uma nova proposta para a gestão do Hospital Regional. Enquanto a Ebserh propõe um hospital universitário e escola nos moldes do Husm, esta nova proposta apresenta um modelo completamente diferente, com um hospital geral, inclusive com pronto socorro e com abrangência da 4ª Coordenadoria Regional de Saúde”, finalizou.”



1 comentário

  1. ilse

    Interessante observar como os interesses mudam de um momento para outro. Antes queixas, dúvidas, denuncias. Agora defesa . O que será que aconteceu ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *