PrefeituraSanta MariaTrabalho

FIM DE ANO. Santa Maria, com contas equilibradas, garante 13º em dia. Mas, na região, o papo é outro

Prefeitura de Santa Maria diz que tem recursos suficientes para zerar o exercício de 2015
Prefeitura de Santa Maria diz que tem recursos suficientes para zerar o exercício de 2015

As palavras são da secretária de Finanças de Santa Maria, Ana Beatriz Barros: entre R$ 40 a R$ 45 milhões são os recursos para quitação das folhas de pagamento de novembro, dezembro e o 13º, além de férias de servidores. Convenhamos, um trocão. Mas eles existirão, ao contrário do que se percebe em outras comunas da região e do Rio Grande, sem falar nos servidores do Estado.

Sobre essa situação toda, que coloca a boca do monte em condições bastante razoáveis, na comparação com outros, vale conferir o material publicado neste final de semana, pelo jornal A Razão. A reportagem é de Joyce Noronha, com foto de Arquivo. A seguir:

Sem dinheiro para encerrar o ano

…Depois de o governo estadual informar que será difícil pagar o 13º salário dos funcionários públicos, José Ivo Sartori (PMDB) convocou chefes dos demais poderes e órgãos do Estado para uma reunião, ao meio dia de sexta-feira. O assunto foi exatamente o 13º dos servidores destes poderes e órgãos. Para trabalhadores do Executivo foi dada a sugestão de recebimento do benefício por meio de empréstimo. O mesmo foi indicado para os demais servidores. Representantes do Judiciário, Legislativo, Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado (TCE) participaram da agenda.

MUNICÍPIOS

Para alguns Executivos municipais além da dificuldade para pagar o 13º do funcionalismo, ronda também o pavor de não conseguir fechar as contas. É o caso do prefeito de Santigo, Julio Ruivo (PP), que anunciou que está com dificuldade para encerrar o financeiro da Prefeitura este ano. Segundo Ruivo, até o momento não se sabe como o Tribunal de Contas do Estado (TCE-RS) vai tratar da situação dos municípios que não conseguirem zerar o exercício.

O prefeito informou que o déficit orçamentário do Estado com o município é de R$ 2 milhões. Além do atraso nos repasses, o município também contabiliza prejuízos decorrentes das ações judiciais. Determinados serviços de obrigação do Estado acabam entrando para conta da Prefeitura, o que resulta em déficit orçamentário.

SANTA MARIA

Apesar de alguns municípios apertarem o cinto para conseguir quitar o 13ª dos servidores e até mesmo para fechar as contas do Executivo, a Prefeitura de Santa Maria está tranquila, pelo menos é o que afirma a secretária de Finanças, Ana Beatriz de Barros. A titular da pasta explica que o orçamento livre do Município será utilizado para arcar com os custos com a folha de pagamento de Novembro, do 13º salário e da folha de dezembro, com férias de alguns funcionários. Segundo Ana Beatriz, serão utilizados entre R$ 40 a R$ 45 milhões do fundo livre de Santa Maria para quitação destas folhas de pagamento.

A secretária aponta que o Executivo organizou as finanças de acordo com cenário do Estado. “Nós começamos a perceber as mudanças na parte financeira já no ano passado. A partir disto planejamos os recursos para este ano e é assim que faremos para o ano seguinte. Cuidamos para não ter compromissos novos e para conseguir arcar com os gastos já previstos”, comenta Ana Beatriz. A titular da pasta ainda salienta que pela falta de repasses do Estado, o Município desembolsou cerca de R$ 9 milhões próprios para investir na Saúde. Ela diz que o Executivo remaneja verba para cobrir gastos com serviços essências, como Saúde e Educação.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

PARA LER OUTRAS REPORTAGENS DE ‘A RAZÃO’, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo