Artigos

Para ti, que moras longe – por Alice Elaine Teixeira de Oliveira

Sei que meu espaço é para uma crônica e, sendo assim, não se espera que eu escreva um poema, mas como a vida não respeita o que planejamos, atrevo-me a publicar uma de minhas obras poéticas, aquela a quem dediquei a quem amo e admiro, a quem me pediu umas palavras por estar tanto tempo longe de Santa Maria, sua querência amada, e vive há muito no cerrado do Distrito Federal.

Em suas próprias palavras, o pedido entre as aspas, uma homenagem a “um gaúcho que está corroído de saudade do Rio Grande e que não se acostuma com esse Planalto Central”!

 

Desenho da Saudade (07-09-2009)

alice

#

Que linda Mimosa, de tamanha luz,

E sua irmã Rubídea, cor de carmim.

Levam meus sonhos que a vida conduz.

Lampejam ardentes dentro de mim.

Nestes planaltos de paisagem retorcida,

Sem o cheiro verde vivo no chão,

Faltam os campos banhados pela Intrometida.

Sobram as penas no perdido coração.

Longe da discreta Pálida,

Meu anoitecer é tão mesquinho.

Não tenho uma desculpa válida

Para sentir-me assim tão sozinho.

Mas tenho por direção o teu brilho

Sonho ao teu rumo voltar

Com o violão no qual dedilho,

Debaixo da Alfa-Magalhães descansar.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo