UFSM. Decisão tomada: prédio no centro, do antigo Hospital Universitário, já tem data para ser desativado

UFSM. Decisão tomada: prédio no centro, do antigo Hospital Universitário, já tem data para ser desativado

UFSM. Decisão tomada: prédio no centro, do antigo Hospital Universitário, já tem data para ser desativado - ufsm-antigo-husm

O que funciona no antigo HUSM será deslocado para o Campus, em Camobi. Quanto ao prédio, quem o quererá?

Por GABRIELA PAGEL (com foto de Reprodução), da Agência de Notícias da UFSM 

A Pró-Reitoria de Infraestrutura (Proinfa) da UFSM decidiu – em reunião realizada na semana passada com o vice-reitor, os diretores dos Centros de Ciências da Saúde (CCS) e de Ciências Sociais e Humanas (CCSH) e professores dos cursos de Fonoaudiologia e Ciências Econômicas – que será lançado um edital de permuta do Prédio de Apoio Didático e Comunitário (antigo hospital universitário), localizado no centro de Santa Maria, por uma nova área ou por construções no campus. O prédio vai ser desativado até o final deste ano.

A medida se dá devido ao estado de conservação do mesmo que, por ser muito antigo, gera um custo muito grande na troca de fiação, esquadrias e peças nas partes elétricas e hidráulicas. Conforme o pró-reitor Eduardo Rizzatti, com a perspectiva de execução do edital, os investimentos acabaram sendo reduzidos, como no caso dos dois elevadores do prédio. Em razão de os elevadores também serem muito antigos, a manutenção era dispendiosa e lenta pela necessidade de buscar peças em outros estados. Então, foi optado por desativar um dos elevadores e realizar uma manutenção preventiva no outro.

Segundo o pró-reitor, alguns anos atrás o Conselho Universitário autorizou a formação do edital do antigo hospital em troca de área construída. Porém, isso dependia da autorização do governo federal, o que gerou certo atraso no acordo. Com o edital, há a perspectiva de serem realizadas obras no campus, como o prédio para a Comunicação Social, mais prédios para salas de aula próximos ao Centro de Tecnologia (CT) e o Centro de Ciências Sociais e Humanas (CCNE), o Parque Gráfico e mais moradias na Casa do Estudante. Com relação aos atendimentos externos realizados pelo curso de Fonoaudiologia no Prédio de Apoio, Rizzatti afirmou que os mesmos vão ser realizados no prédio do curso no campus da UFSM, que tem previsão de estar pronto até o final do ano.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



1 comentário

  1. O Brando

    Não podiam escolher hora pior para fazer a permuta. Mercado imobiliário não anda bem das pernas, construção civil não deve estar melhor. Vamoa ver o que vai sair.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *