Destaque

AGORA, OFICIAL. Farret promete “governar sem ódio e pelo bem da cidade” e será o prefeito até dezembro

Farret assina termo de posse, lembra e agradece a lealdade de seu antecessor e disse que governará como se estivesse iniciando o mandato
Farret assina termo de posse, lembra e agradece a lealdade de seu antecessor e disse que governará como se estivesse iniciando o mandato

Por FABRÍCIO MINUSSI (com informações de CLARISSA LOVATTO BARROS/AICV) e JOÃO ALVES (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura Municipal

Na Sessão Ordinária realizada na manhã quinta-feira (8), na Câmara de Vereadores, o médico e vice-prefeito José Haidar Farret foi empossado prefeito municipal de Santa Maria em razão da renúncia do titular do cargo, Cezar Augusto Schirmer. O ato ocorreu na abertura dos trabalhos legislativos, no Plenário Coronel Valença, com a presença dos parlamentares, secretários e servidores municipais. Antes de fazer o juramento e de assinar o Termo de Posse, foi realizada a leitura da carta de renúncia de Cezar Schirmer, a qual foi entregue ao Legislativo na última terça-feira (6). Schirmer assumiu nesta quinta-feira como novo secretário estadual de Segurança Pública (SSP). O documento de renúncia ao cargo, na íntegra, pode ser conferido no anexo (lá embaixo desta nota).

Logo após a leitura de prestar o juramento referente ao exercício do cargo de prefeito, Farret utilizou a Tribuna da Câmara, destacando que irá governar unido ao povo santa-mariense e ao Legislativo. Farret lembrou que iniciou a vida política na Câmara Municipal em 1968, quando foi eleito vereador. “É no Legislativo que o povo recorre. Aqui aprendemos a escola da vida política”, ponderou o prefeito, que assume o cargo pela terceira vez.

Farret fez questão de lembrar e agradecer a lealdade de Cezar Schirmer, desejando ao colega sucesso na nova jornada na SSP. Farret enfatizou que está emocionado e convicto que nos quatro meses restantes na Administração Municipal irá governar como se estivesse iniciando o mandato. “Quero também agradecer a Câmara de Vereadores. Somos testemunhas de que nas decisões aqui tomadas sempre prevaleceu o bem comum. Encerro dizendo que quero governar sem ódio. Nosso comprometimento com Santa Maria é maior do que qualquer vínculo partidário”, concluiu.

Em sua manifestação o presidente da Câmara, Luiz Carlos Fort, garantiu comprometimento do Legislativo com a cidade, acima de qualquer interesse particular ou político. “Nós sempre fomos muito parceiros do prefeito Schirmer. Vamos continuar com a harmonia e independência dos poderes pelo bem de Santa Maria”, destacou.

Ao final, Fort pediu para que o prefeito cuide bem da iluminação pública, medida que considera urgente para a cidade. A licitação para a escolha da nova empresa que irá operar o serviço está em fase de conclusão, apenas, aguardando posição da Justiça quanto a recurso apresentado por uma das empresas participantes do processo.

CONFIRA ABAIXO A CARTA DE RENÚNCIA ASSINADA POR CEZAR SCHIRMER:

farret carta schirmerPARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Está faltando assunto. Definitivamente.
    Existe uma expressão nos paises de língua inglesa: lame duck, o pato manco. É alguém que ocupa um cargo para o qual tenha sido eleito um sucessor e tem menos influência porque o tempo restante no cargo é muito pequeno. Situação atual na aldeia é quase esta.
    Fica a questão: qual a diferença entre um pato manco raivoso e outro não?

  2. Sem ódio? Por quê esta palavra?Quem conhece o chanceler, sabe do modus gritanti de governar. Faltam só mais alguns meses…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo