CRISE POLÍTICA. Torquato Jardim assume Justiça, no lugar de Osmar Serraglio, que irá para a Transparência

CRISE POLÍTICA. Torquato Jardim assume Justiça, no lugar de Osmar Serraglio, que irá para a Transparência

CRISE POLÍTICA. Torquato Jardim assume Justiça, no lugar de Osmar Serraglio, que irá para a Transparência - ministro

Desconhecido da maioria, Torquato Jardim (E) vira ministro de Temer

Para começar: Osmar Serraglio era uma nulidade como ministro da Justiça. É a razão por que foi dispensado hoje por Michel Temer. Mas ele não poderia ficar ao relento. Se isso acontecesse, Rocha Loures perde o mandato e vira um terror ambulante para Temer, pois perde o foro privilegiado e, portanto, pode contar tudo.

Já imaginou? O Presidente encrencado não poderia correr riscos. Então, deu um jeito de colocar, embora inútil, Serraglio no ministério, agora da Transparência. E, de lá retirou Torquato Jardim, que é do quinto escalão da política nacional, para assumer a outrora importante pasta da Justiça. Aliás, sequer é da política: foi ministro do Tribunal Superior Eleitoral na quota dos advogados.

Bueno, e como foi tudo comunicado? Assim, como você confere no material originalmente publicado no Correio do Povo, com foto de Beto Barata (Divulgação). A seguir:

Planalto anuncia nomeação de Torquato Jardim para Ministério da Justiça

O Palácio do Planalto anunciou, na tarde deste domingo, que Torquato Jardim será o novo ministro da Justiça. Ele estava à frente do Ministério da Transparência desde junho de 2017 e vai substituir o ministro Osmar Serraglio, que tinha assumido o cargo em março.

O novo ministro da Justiça, Torquato Jardim, está reunido com o presidente Michel Temer no Palácio do Jaburu. Ele chegou por volta de 12h30min.

Confira a nota divulgada na íntegra:

“Nota à Imprensa: O Presidente da República decidiu, na tarde de hoje, nomear para o Ministério da Justiça e Segurança Pública o Professor Torquato Jardim. Ao anunciar o nome do novo Ministro, o Presidente Michel Temer agradece o empenho e o trabalho realizado pelo Deputado Osmar Serraglio à frente do Ministério, com cuja colaboração tenciona contar a partir de agora em outras atividades em favor do Brasil”.

PARA LER A ÍNTEGRA, CLIQUE AQUI.



1 comentário

  1. malaquias o Justo

    Mais um vassalo , afinado com Temer. Uma troca decisiva, às vésperas do julgamento no TSE. O palácio tramou essa mudança estratégica, porque Rocha Loures perdendo o foro privilegiado , foge das mãos de Fachin. Assim, alivia temporariamente os temores de Temer , numa eventual delação do ex-deputado. Sem foro, ele pode ir para qualquer juiz indicado, que provavelmente não terá muito interesse em interrogá-lo. Sem delação , Temer se livra de algumas ameaças reais . Uma jogada inteligente de Temer. Pode respirar um pouco, mais aliviado. Provavelmente Temer vai conseguir um adiamento da sentença no TSE. Tudo o que ele quer. Se ele consegue manipular as peças , de acordo com suas conveniências, inutilmente reverterá a péssima imagem perante a opinião pública. Vai cair com ou sem Rocha Loures. Não tem mais legitimidade para governar. Quanto ao novo Ministro, que pelas declarações já feitas, se coloca contra as prisões da Lava Jato, contra as delações premiadas, como alguns antecessores vai ter o mesmo fim. Vai sair pela mesma porta dos fundos por onde entrou. Não vai conseguir barrar a Lava Jato, vai sair com o rabo entre as pernas, sem deixar saudade. Transparência, é tudo o que a sociedade deseja. Quem sabe este recem nomeado ministro da justiça , leve para seu ministério alguma dignidade, coerência, patriotismo, cidadania, que jurou defender no Ministério da Transparência. Estamos atentos , Não toleraremos retrocesso. Venha esse de onde vier. Esse indivíduo está embarcando numa canoa furada. e não adianta qualquer medida autoritária, que se atreva a tomar. Vai queimar seu currículo , sua moral, seu passado. Salve a Lava Jato!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *