ComportamentoCrônica

CRÔNICA. Alice Elaine Teixeira de Oliveira e razões que sempre há para o silêncio. Que também termina

“…Em sua mente, fervilhante, assuntos não faltavam, porém, não tinha vontade de dividir conversa fiada ou temas existenciais. Sentia-se cansado demais para explanar sobre qualquer coisa. Até mesmo suas respostas tornaram-se monossilábicas e apenas acenos.

Deixou de sentir necessidade de ouvir sua própria voz, cansou-se dela. Fez dos seus olhos e ouvidos suas maiores ferramentas no dia-a-dia. Até mesmo o papel e a tela do computador tornaram-se mudos durante aquele tempo…”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra da crônica “Silêncio”,  de Alice Elaine Teixeira de Oliveira, titular do blogue Alice’s Eyes (www.aliceseyesalice.blogspot.com.br), onde publica seus poemas, contos e crônicas. O texto foi postado agora há pouquinho, na seção “Artigos”. Boa leitura!

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo