Política

LUNETA ELETRÔNICA. Burmann, Cacism, Pozzobom, Maneco e o trio que buscou emendas em Brasília

Por Maiquel Rosauro

* Paulo Burmann fora do PDT? Sem chances. É o que garantem assessores do reitor da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

* Embora tenha ocorrido uma aproximação com os petistas nos últimos meses, o reitor quer distância de uma partidarização de suas ações, sobretudo, agora que ele integra o Comitê Pró-Abertura do Hospital Regional.

* Entre hoje (22) e quinta-feira (24), Burmann estará novamente em Brasília. Em sua agenda, consta um encontro com o Ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP), no qual o Hospital Regional estará na pauta.

* Nos bastidores, lideranças criticam a postura da Câmara de Comércio, Indústria e Serviços de Santa Maria (Cacism) em relação ao Hospital Regional. Há o entendimento de que a entidade deveria estar na dianteira da campanha para a abertura da unidade.

* Enquanto isso, a Cacism segue atuando forte nos preparativos da 30ª edição da Feisma. O evento será realizado entre os dias 11 e 19 de novembro, no Centro Desportivo Municipal (CDM). Faltam poucos espaços disponíveis para locação pelos expositores.

Pozzobom aproximou a Prefeitura e a AVTSM, algo impensável no governo anterior. Foto Maiquel Rosauro

* A relação entre a Prefeitura de Santa Maria e a Associação dos Familiares das Vítimas da Tragédia (AVTSM) mudou completamente desde a troca de governo municipal. O grande responsável é o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), que desde o início de seu mandato tem tido uma postura de acolhimento.

* Pozzobom está confiante de que a campanha de financiamento coletivo para o memorial alcançará as metas definidas. Na manhã de segunda (21), mais de uma vez, ele pediu para que todos colaborassem com a iniciativa.

* A sessão desta terça (22), na Câmara, terá um Expediente Nobre em homenagem a Edmundo Cardoso, grande incentivador do teatro, cinema e história de Santa Maria. Este ano marca o centenário de seu nascimento. O orador será o vereador Manoel Badke – Maneco (DEM).

Trio que viajou a Brasília prestou contas da viagem ao presidente da Câmara, Admar Pozzobom. Foto Divulgação

* A Tribuna Livre também será usada para tratar do intelectual. O espaço será usado pela Associação dos Amigos da Casa de Memória Edmundo Cardoso.

* A sessão também deve ser marcada pelos relatos da viagem a Brasília pelos vereadores Alexandre Vargas (PRB), Daniel Diniz (PT) e Marion Mortari (PSD). Na semana passada, o trio protagonizou uma cruzada pelo Congresso em busca de recursos para Santa Maria.

* Na segunda (21), o trio esteve com o presidente da Câmara, Admar Pozzobom (PSDB), e fez uma prestação de contas da viagem.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Burmann ( o do “reitorar é construir prédios”) vai a BSB fazer lobby porque está preocupado com a própria nomeação e aproveita para fazer um “marketing pessoal” básico. Vai receber a mesma notícia no Ministério da Saúde, não existe grana. Cacism não tem influência nenhuma na abertura do hospital. Alás, isto é sintoma de alguns problemas que atravancam o desenvolvimento da urb. Bairrismo acéfalo, aparência mais importante que a realidade, mentalidade insular, dentre outros. Características de cidade pequena numa cidade média. Enquanto não forem resolvidos (é cultural) tudo fica como está.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo