Destaque

CÂMARA. Vereadores têm um novo desafeto no Executivo. E vão exigir uma retratação formal

Momento em que os vereadores Luciano Guerra, Marion Mortari, Daniel Diniz e Jorjão, na sessão de terça (12), relatavam ao presidente Admar Pozzobom as declarações proferidas pelo superintendente do Interior, Paulo Schuster, em Pains. Foto Maiquel Rosauro

Por Maiquel Rosauro

O superintendente do Interior, Paulo Schuster (PSDB), é o novo desafeto de todos os vereadores de Santa Maria. Na última terça (12), a sessão plenária chegou a ser interrompida para que os parlamentares tratassem da situação junto à Mesa Diretora.

“Não estamos aqui para ser xingados”, “ele vai ter que provar tudo o que diz” e “vamos exigir que ele venha aqui para se retratar”, foram algumas das frases que os vereadores repetiram, em alto e bom som, ao redor do presidente Admar Pozzobom (PSDB).

A polêmica está relacionada a declarações que Schuster preferiu na reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Manutenção e Desenvolvimento do Interior, em 18 de agosto, em Santa Flora, e, sobretudo, em uma reunião realizada em Pains, em 5 de setembro, com membros da comunidade. O superintendente teria dito, entre outras coisas, que os vereadores têm sua parcela de culpa pela péssima situação das estradas e que ele teria provas quanto a irregularidades cometidas pela Administração passada na Secretaria de Infraestrutura.

A reunião em Pains foi presenciada pelos vereadores Daniel Diniz (PT), Jorge Trindade – Jorjão (Rede), Luciano Guerra (PT) e Marion Mortari (PSD). Os quatro exigiram providências de Admar. Nesta terça (19), os parlamentares terão uma reunião com o procurador geral da Câmara, Marco Antônio Mascarenhas, para tratar do tema.

“Vamos redigir um documento relatando o que foi dito na reunião em Pains e, sobretudo, exigindo providências por parte do Executivo. Trata-se de uma reclamação formal, solicitada pelo presidente da Casa”, explica Mascarenhas.

Outro lado
Ainda na tarde da última terça, o site entrou em contato com o superintendente de Comunicação da Prefeitura, Ramiro Guimarães, e enviou duas perguntas para serem respondidas por Schuster:

“O senhor tem conhecimento de irregularidades da Administração passada na Secretaria de Infraestrutura e possui provas?” e “O senhor acredita que os vereadores possuem culpa pela situação das estradas?”.

As respostas haviam sido prometidas para a manhã de quarta (13), mas até o momento Guimarães não retornou com a solicitação. Assim que o site receber o contraponto do superintendente do Interior, esta matéria será atualizada.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

  1. Se existiram irregularidades na administração anterior e existem provas, o Casarão da Vale Machado falhou, não cumpriu a tarefa de fiscalização. Indiretamente tem responsabilidade pelo estado das estradas. Não seria de espantar, ficam cuidando de assuntos que não é da competência deles, obviamente deixam o próprio serviço de lado. Vide propostas inconstitucionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo