LUNETA ELETRÔNICA. Tia da Moto, Valdir Oliveira, Admar Pozzobom, Jorge Trindade e Deili Silva

LUNETA ELETRÔNICA. Tia da Moto, Valdir Oliveira, Admar Pozzobom, Jorge Trindade e Deili Silva

LUNETA ELETRÔNICA. Tia da Moto, Valdir Oliveira, Admar Pozzobom, Jorge Trindade e Deili Silva - Desabafo-da-Tia-da-MotoPor Maiquel Rosauro

* A publicação ao lado foi feita pela vereadora Luci Duartes – Tia da Moto (PDT), em seu perfil no Facebook, nessa quarta-feira (20).

* Também na quarta (20), na Luneta Eletrônica, o site destacou o descontentamento da oposição frente ao voto contrário da vereadora à moção de repúdio ao governador José Ivo Sartori (PMDB), em virtude do descaso com a saúde de Santa Maria.

* A moção foi defendida pelo vereador Valdir Oliveira (PT) e recebeu, segundo contagem do presidente da Casa, Admar Pozzobom (PSDB), 11 votos contrários e cinco favoráveis.

* Por falar em Valdir, o líder da oposição parece não ter ficado muito desanimado com a não aprovação de sua moção de repúdio. Conforme o petista, a rejeição de alguns vereadores serve para mostrar o posicionamento de cada parlamentar perante os problemas que o povo enfrenta.

* Também na sessão de terça, em determinado momento, Admar interrompeu os trabalhos para fazer uma solicitação a Valdir e a Daniel Diniz (PT). O tucano pediu para que ambos parabenizassem os deputados Valdeci Oliveira (PT) e Paulo Pimenta (PT) pela conduta que tiveram, na segunda-feira (18), durante o ato de lançamento da Frente Gaúcha em Defesa das Universidades e Institutos Federais.

* O ato foi realizado no Teatro Dante Barone, na Assembleia Legislativa. Segundo Admar, alguns deputados do PT teriam puxado, em coro, um “Fora Temer” durante o evento.

* O presidente da Câmara considerou tal atitude ridícula, uma vez que o ato era apartidário. Porém, Valdeci e Pimenta não teriam se manifestado.

* Quem também participou do lançamento em Porto Alegre foi Jorge Trindade – Jorjão (Rede). Na terça (19), o vereador conseguiu aprovar na Câmara, por unanimidade, a Frente Parlamentar em Defesa das Universidades Públicas e dos Institutos Federais de Educação.

* A tendência é que Frente Parlamentar santa-mariense atue em conjunto com sindicatos locais, professores, técnicos e DCE/UFSM para lutar pelo ensino público, gratuito e de qualidade.

* A comissão especial constituída para fiscalizar as condições da segurança no trabalho em secretarias da Prefeitura definiu, na terça, a realização de diligências externas.

* As fiscalizações acontecerão ao longo de setembro, de forma surpresa, e tem como objetivo verificar o atendimento das normativas que orientam sobre o uso de equipamentos de proteção individual (EPIs) nas atividades.

* “Acredito ser importante esta proposta, afinal, subsidiará o nosso relatório ao constatarmos pessoalmente as condições de trabalho”, disse a vereadora Deili Silva (PTB), relatora da comissão especial.



1 comentário

  1. O Brando

    Ou seja, como já é de conhecimento geral, os vereadores de Santa Maria não têm a menor idéia de qual seja a função deles. Assuntos estaduais são serviço da AL. Assuntos federais (como as IFES) são serviço do Congresso Nacional. Tem gente nababescamente paga nestes lugares para fazer Frentes Tosa de Porco. Ou seja, quando alguém fala que a situação das rodovias do município também é responsabilidade dos ocupantes do Casarão da Vale Machado, não podem reclamar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *