LUNETA ELETRÔNICA. Descaso com o CDM, o medo de Gedel, PDV e encontro do PDT em novo local

POLÊMICA. Vereadora da base governista divulga nota de repúdio ao chefe de Casa Civil da Prefeitura

POLÊMICA. Vereadora da base governista divulga nota de repúdio ao chefe de Casa Civil da Prefeitura - CDM-às-escuras

Quedas de luz ocorrem com frequência no Centro Desportivo Municipal (CDM). Na foto, o árbitro Diego de Menezes usa a lanterna do celular para trabalhar nos Jogos Escolares de Santa Maria (Jesma), em 14 de setembro. Foto Divulgação

Por Maiquel Rosauro

A vereadora Deili Silva (PTB) divulgou na manhã desta quinta-feira (28) uma nota de repúdio ao chefe da Casa Civil, Guilherme Cortez. A polêmica está relacionada às constantes quedas de luz no Centro Desportivo Municipal (CDM). Confira:

Nota de repúdio às ilações do Chefe da Casa Civil Municipal

A Vereadora Dr.ª Deili (PTB) vem a público, manifestar repúdio a fala do Sr. Guilherme Cortez, Chefe da Casa Civil Municipal, registrada na coluna da jornalista Jaqueline Silveira do jornal Diário de Santa Maria desta quinta-feira, 28 de setembro de 2017, em que supostamente manda um “recado” para a vereadora.

Segundo entrevista concedida pelo cargo comissionado ao jornal, não se pode admitir o “uso político e até de questões pessoais”, referindo-se as cobranças da parlamentar ao fato da falta de luz a meses no Centro Desportivo Municipal (CDM).

Repudia-se, com veemência, o discurso leviano deste cargo comissionado, representante do Governo Municipal, ao tentar minimizar o trabalho de um vereador, este, que se dá pautado no interesse público, o que não é a primeira vez a ocorrer por componentes da atual Administração que, em casos recentes, avalizam o trabalho de quem os fiscaliza.

Questiona, publicamente, esta vereadora, qual seria o uso político? Defender o interesse dos esportistas? Questionar o motivo de tanta demora?

Questiona, publicamente, também, quais seriam as questões pessoais?

Ademais, alerta esta parlamentar, ao Chefe da Casa Civil, que as críticas aos serviços públicos estão atualmente pulverizadas nas redes sociais, nas ruas, jornais, etc., e que, uso político seria não vir a público defende-las e questões pessoais é não cumprir com o dever constitucional de representar o cidadão.

Talvez seja chegada hora de instaurar, inclusive, uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a fundo o que deu causa a este fato (da iluminação) e então destravar os tais problemas “técnicos, financeiros e burocráticos” e afastar a acusação de uso “político e pessoal”.

Por fim, a vereadora deixa publicamente registrado que ajudou a eleger o atual projeto de governo, o qual, à época, acreditou no seu plano e, atualmente, por ser responsável e fiel aos propósitos eleitorais cobra, nada menos, que a eficácia das promessas de campanha para uma Santa Maria com mais saúde, meio ambiente, infraestrutura adequada, segurança e tantas outras que em quase 10 (dez) meses estão esbarradas, pelo visto, na burocracia apenas.

Santa Maria, 28 de setembro de 2017.



9 comentários

  1. Carlos da Silva

    O respeito ao esporte de Santa Maria se vê quando o Pozzobom excluiu a secretaria com a desculpa de economia. Economizar o que se tem quase 200 cargos de confiança?
    É prioridade mesmo que ele e seus assessores não tem com o esporte mas que serão lembrados.

  2. O Brando

    Pozzobom foi eleito com uma diferença de duzentos e poucos votos num universo de duzentos mil eleitores . Praticamente tirou a prefeitura no cara-ou-coroa com Valdeci. Não foi apoio de Beltrano, Sicrano ou Hospital.
    Dizem por aí que a referida edil queria ser a titular da Secretaria da Saúde. Não levou e pelo que apresenta no Casarão da Vale Machado demonstra que de fato não teria condições de assumir a pasta. Sim, porque para críticas superficiais não é necessário um vereador, os outros “canais” bastam. O problema de falta de energia é só no Farrezão? Outros prédios públicos têm o mesmo problema? A responsabilidade é da instalação? Existem outros problemas na mesma? Existe risco?

  3. O Brando

    Quanto ao chefe da Casa Civil, quem pariu Mateus que o embale.
    Caso dos CC’s também merece esclarecimentos. Quantos deles são analfabetos funcionais que não conseguem emprego em outro lugar e só ganharam o cargo por serem “cumpanheiros”? Eles têm que fazer uma “contribuição ” para o partido porque ganharam o cargo conforme o estatuto de algumas agremiações?

  4. Thadeu Bensk

    Guilherme Cortez é o novo Secretário de Esportes e Cultura? Teriam que chamar o responsável do esporte que é herança do governo Schirmer para dar explicações na Câmara

  5. Henrique Queiroz

    Eu frequento o Farrezão (CDM) e sei as dificuldades que lá existem.
    O Esporte de Santa Maria está S.U.C.A.T.E.A.D.O e quero ver o Senhor Chefe Civil falar ao contrário. Convido ele a ir no CDM a noite, ou então no Oreco, ou caminhar na pista do Guarany cheia de mato.
    Esporte em Santa Maria é uma piada e ainda temos como Superintendente alguém ligado para a área que parece também ter sido vendado pela política.

  6. Andre Juliano

    Será que a vereadora está mesmo partindo para o lado pessoal?

    É só olhar a foto dessa notícia e confirmar que não! Pessoal está este Secretário do Pozzobom que deu a maior furada ao falar uma bobagen dessas.

    Ao menos crie vergonha e resolva para a semana que vem pois 10 meses já é lorota com tanto CC de chefe.

  7. Gilson Daniel

    E o superintendente de esportes ? Ou é mais um CC sem ação? Isso que é esportista imagina se não fosse.
    Também 2 governos no cargo

  8. Felipe Silveira

    Onde está Givago Ribeiro que prometeu para todos nós esportistas que seria diferente a partir desse ano?
    Cobramos dele em 2016 quando era Secretário Adjunto e era tudo desculpa do fim de governo e agora com Pozzobom? No facebook tem foto de perfil já de candidato mas e quando vai olhar para o lugar de onde saiu e sabe das dificuldades?
    Estamos cansados de pessoas que ficam em gabinetes e não defendem o esporte. É chegada a hora de mudança!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *