CidadaniaEducaçãoUFSM

EDUCAÇÃO. Sindicato docente repudia o racismo e também utilização de ‘medidas autoritárias’ na UFSM

Universitários ligados ao Movimento Negro ocupam a Reitoria desde sexta. Ontem, a UFSM pediu a reintegração de posse

Por FRITZ R. NUNES (texto e foto), da Assessoria de Imprensa da Sedufsm

A diretoria da Sedufsm divulgou nota de repúdio contra atos racistas que vêm sendo perpetrados na UFSM. Ao mesmo tempo, a entidade requer que a Reitoria da instituição aja de forma dialogada com os estudantes que realizam uma ocupação no prédio da Administração Central, sem o uso de medidas arbitrárias. O protesto estudantil visa justamente exigir que medidas efetivas sejam tomadas para coibir atos criminosos de cunho racista na universidade. A Sedufsm também vai encaminhar à assembleia docente desta quinta, dia 30, às 13h30, no Auditório Sérgio Pires, uma moção de repúdio sobre esses temas.

Acompanhe a seguir a íntegra da nota de repúdio:

“Nota de repúdio ao racismo e a medidas autoritárias na UFSM

A Diretoria da SEDUFSM vem a público manifestar seu mais veemente repúdio aos covardes e criminosos atos de racismo que aconteceram por duas vezes, ao longo deste ano, no seio da Universidade Federal de Santa Maria. Ao mesmo tempo em que exige a punição dos culpados pelo crime de racismo, conforme previsto pela Lei 7716, de janeiro de 1989, também reivindicamos que a Administração Central da UFSM saia da inércia e busque identificar de forma mais célere os responsáveis por esses atos hediondos. Além disso, exortamos para que haja diálogo da Reitoria em relação aos estudantes e movimentos que protestam legitimamente, reivindicando agilidade na identificação dos responsáveis por atos de racismo na UFSM. Repudiamos qualquer medida de força contra os ocupantes, pois entendemos que as reivindicações desses segmentos são pertinentes e justas.

29 de novembro de 2017

Diretoria da Sedufsm.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Um Comentário

  1. Autoritarismo é uma coisa, exercício legítimo da autoridade é outra bem diferente.
    O “desmilitarização da polícia”, medida com fundo ideológico, é uma das bandeiras dos “especialistas” em segurança pública, mormente ligados ao PSOL do RJ (inclusive com oficiais PM cooptados) e cursos de “criminologia” em diversas instituições de ensino superior (das quais a PUCRS é exemplo). Travestem a ideologia em linguagem acadêmica para melhor aplicar o “magister dixit”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo