JudiciárioSanta MariaTragédia

MIX. Luiz Roese, o processo criminal da Kiss e a sua prescrição. E ainda Daer, Coronel Pilar e sede do Sine

“…Primeiro, o TJ/RS entendeu  (na foto, o julgamento do recurso) que os réus não respondem mais por homicídio com dolo eventual (doloso). Logo, a possibilidade de pena baixa de 6 a 20 anos para de 1 a 3 anos (homicídio culposo). No homicídio culposo, a pena ainda pode ser acrescida em até 1/3 (um terço) pelo juiz, caso seja provado que os acusados não obedeceram as regras e as técnicas básicas de segurança, não prestaram assistência imediata para as vítimas ou não procuraram diminuir as consequências de suas ações, por exemplo. Então, a pena chegaria ao máximo a 4 anos…

Sede do DAER a leilão: acertei o tiro, errei o alvo

Sine segue na Silva Jardim, pagando R$ 12 mil a menos do que na Pasqualini

Telhado do Coronel Pilar: agora vai?

O telhado do Colégio Coronel Pillar é quase sempre uma vítima da chuva. Parece que houve problemas com a empresa contratada ainda em função do temporal de outubro de 2017. Vamos torcer agora que …”

CLIQUE AQUI para ler a íntegra de “O processo da Kiss e o risco (ainda baixo) de prescrição e outros temas”, de Luiz Roese. Jornalista que hoje vive em Porto Alegre, após uma dúzia de anos em Santa Maria – onde se aquerenciou no início do século e atuou profissionalmente nos jornais Diário de Santa Maria e A Razão.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo