AssembleiaEleições 2018PartidosPolítica

ELEIÇÕES. Aumenta para 14 candidatos daqui (e da 4ª Colônia) à Assembleia. Mas o número não é definitivo

Palácio Farroupilha, sede do parlamento gaúcho e objetivo de pelo menos 14 candidatos locais, um deles à reeleição (foto Luiz Avila/AL)

Duas madrugada atrás você leu no site a nota “ELEIÇÕES 2018. Já são 13 candidatos locais (e da 4ª Colônia) à AL. Um vai à reeleição. Confira toda a lista” (AQUI). No texto se alertava para as mudanças que inevitavelmente ocorreriam.

De um lado, há nomes que talvez, embora a boa vontade dos interessados e até a chancela inicial de suas agremiações, podem não chegar à oficialização dos nomes, lá no final de julho, quando ocorrem as convenções.

Outros, todavia, podem surgir. Um, imagina-se, virá do PSOL, que faz reuniões para tratar do assunto. E um segundo já se apresenta à turma. No caso, Jorge Trindade, do Rede, pré-indicado por seu partido, em reunião do final de semana, como a “Luneta Eletrônica” registrou, na madrugada passada (AQUI).

Então, vamos republicar a relação, sempre em ordem alfabética. E lembrando: esses números e nomes não são definitivos e, quando em quando, o site vai atualizar. Confira:

Adão Lemos (Podemos)

Admar Pozzobom (PSDB) –  ou André Domingues, ou João Chaves, ou Juliano Soares

Deili Silva (PTB)

Fabiano Pereira (PSB)

Jacques Eskenazi (NOVO)

Jader Maretoli (PRB)

João Kaus (PMDB)

Jorge Trindade (Rede)

Luiz Carlos Fort (PR)

Marion Mortari (PSD)

Moacir Alves (Pros)

Roberto Fantinel (PMDB)

Valdeci Oliveira (PT)

Vanderlei Araújo (PP)

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo