MemóriaPolítica

MEMÓRIA. Morre Cézar Busatto, que viveu muito intensamente a política gaúcha das últimas décadas

Cézar Busatto era um ser político. E isso desde o início dos anos 80, nos estertores do regime militar. Deputado e secretário, atuou intensamente, com pequenas paradas (para estudar política), após ter se afastado do governo Yeda Crusius, por conta de uma gravação feita pelo então vice, Paulo Feijó.

O primeiro cargo, depois disso, foi aqui em Santa Maria. Resgatado por seu amigo e parceiro político Cezar Schirmer, assumiu a secretaria de Desenvolvimento Econômico, na qual coordenou o primeiro Pavilhão da Inovação, na Feisma, em 2009. Vítima de cancer, morreu na madrugada de hoje, na capital, aos 66 anos. Mais informações você tem no texto publicado no portal do Correio do Povo. A foto é uma reprodução do Facebook. A seguir:

Ex-secretário Cézar Busatto morre aos 66 anos

O ex-secretário e ex-deputado estadual Cézar Busatto morreu aos 66 anos na madrugada desta segunda-feira em Porto Alegre. O economista, que lutava contra um câncer, estava internado na área de oncologia do Hospital Moinhos de Vento. Natural de Veranópolis, Busatto será velado na Assembleia Legislativa a partir do meio-dia de hoje. A sala da cerimônia ainda não foi definida.

Entre 1987 e 1990, o economista foi secretário especial de Governo e adjunto da Fazenda no mandado de Pedro Simon. Em 1994, foi eleito deputado estadual pelo MDB, sendo que, no meio do mandato, licenciou-se para assumir a Secretaria Estadual da Fazenda.

Em 1998 foi eleito para a Assembleia Legislativa do RS, sendo reeleito em 2002, mas já pelo PPS. Em 2004, atuou na gestão de José Fogaça na prefeitura de Porto Alegre.

Em 2008, deixou a prefeitura para assumir a Casa Civil estadual no governo de Yeda Crusius. Contudo, deixou o cargo cinco meses depois, após a gravação de uma conversa ser divulgada pelo então vice-governador Paulo Feijó. No diálogo, o então chefe da Casa Civil revelou ter conhecimento de que estatais, como Detran e Banrisul, financiaram partidos indiretamente. A gravação resultou no pedido de demissão de Busatto.” 

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo