ELEIÇÕES. Impulsionamento de publicações leva Eduardo Leite a liderar interações nas redes sociais

ELEIÇÕES. Impulsionamento de publicações leva Eduardo Leite a liderar interações nas redes sociais

ELEIÇÕES. Impulsionamento de publicações leva Eduardo Leite a liderar interações nas redes sociais - destaque-a

Biblioteca de Anúncios, local onde o Facebook manterá, por sete anos, as publicações impulsionadas pelos candidatos deste pleito

Por MAIQUEL ROSAURO (com imagens de Divulgação e Reprodução), da Equipe do Site

Os candidatos a governador do Rio Grande do Sul já impulsionaram 214 publicações no Facebook e no Instagram. Além disso, eles também foram beneficiados em outros 299 anúncios vinculados, que são aquelas postagens pagas por outros candidatos que citam os postulantes ao Palácio Piratini.

O Facebook (que também é dono do Instagram) coleta anúncios da campanha eleitoral desde o dia 16 de agosto. As publicações serão armazenadas na Biblioteca de Anúncios (AQUI) por um período de sete anos. Na página, qualquer pessoa pode encontrar as postagens pagas, inclusive aquelas que talvez não tenha visto por não fazer parte do público-alvo do anunciante.

Conforme a pesquisa realizada por este site na noite de terça (18), Eduardo Leite (PSDB) foi o que mais investiu em publicações pagas nas redes sociais. Até o momento, ele publicou em sua fanpage 78 anúncios. O tucano também ganhou publicidade grátis em outros 120 anúncios que o citavam (inclusive por rivais que buscavam fazer uma propaganda negativa).

Apenas Julio Flores (PSTU) não investiu em publicidade nas redes sociais e também não se beneficiou por anúncios vinculados. Confira no gráfico:

 

E não há dúvidas de que os anúncios estejam ajudando Leite nas redes sociais. Nos últimos sete dias, ele foi o líder em interações, superando Mateus Bandeira (NOVO), que, até pouco tempo atrás, era o que mais mobilizava seus seguidores.

Confira o gráfico com as interações no Facebook, nos últimos sete dias, com base na ferramenta CrowdTangle:

ELEIÇÕES. Impulsionamento de publicações leva Eduardo Leite a liderar interações nas redes sociais - destaque-b

Anúncios pagos ajudaram Leite a liderar as interações no Facebook…

E, agora, as interações no Instagram, também nos últimos sete dias:

ELEIÇÕES. Impulsionamento de publicações leva Eduardo Leite a liderar interações nas redes sociais - destaque-c

… e também no Instagram. Note que Julio Flores não possui conta no Insta

Em contrapartida, no Twitter, que não aceita anúncios pagos neste pleito, os tweets de Bandeira lideram com folga as interações:

ELEIÇÕES. Impulsionamento de publicações leva Eduardo Leite a liderar interações nas redes sociais - destaque-d

No Twitter, que não aceita anúncios, Mateus Bandeira lidera as interações. Por aqui, Julio Flores também não possui conta

Como a campanha está em pleno andamento, os candidatos ainda não lançaram em suas prestações de contas os valores gastos com impulsionamentos em redes sociais. Logo, hoje, não há como calcular o valor investido em anúncios pelos candidatos ao Piratini, uma vez o Facebook divulga apenas um valor aproximado do que foi gasto pelo anunciante.

Por outro lado, é possível analisar a arrecadação geral dos candidatos. Quem conta com mais dinheiro em caixa, no momento, é Leite com R$ 2,7 milhões.

Recursos Recebidos (até as 21h de 18 de setembro)

Eduardo Leite (PSDB)          R$ 2.795.000,00

Jairo Jorge (PDT)       R$ 2.052.082,00

José Ivo Sartori (MDB)         R$ 1.677.851,83

Julio Flores (PSTU)    R$ 35.420,73

Mateus Bandeira (NOVO)    R$ 457.162,00

Miguel Rossetto (PT) R$ 2.292.151,34

Fonte: TSE

Não faltou ninguém?

Notou que na matéria não foi citado um concorrente ao Piratini? Paulo de Oliveira Medeiros (PCO) teve seu registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TRE-RS). De acordo com o órgão, o partido não tem diretório estadual e não teria prestado contas das eleições passadas. A legenda entrou com um recurso para tentar reverter a decisão.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *