BASTIDORES. Luci com um pé fora do PDT, a próxima investida de Magali, o recado do prefeito e muito mais

BASTIDORES. Luci com um pé fora do PDT, a próxima investida de Magali, o recado do prefeito e muito mais

BASTIDORES. Luci com um pé fora do PDT, a próxima investida de Magali, o recado do prefeito e muito mais - outdoor-prefa

O recado da Prefeitura de Santa Maria no outdoor (localizado na BR-287 – Faixa Nova de Camobi) é ‘primeiro a gente faz, depois a gente mostra’. Já no Instagram, o prefeito Jorge Pozzobom parece ter encontrado um novo lema. Foto Maiquel Rosauro

Por Maiquel Rosauro

Luci entre o PDT e o PP

A presidente em exercício da Câmara de Vereadores, Luci Duartes – Tia da Moto (PDT), cansou de ser criticada pelos pedetistas devido a sua permanência na base do governo de Jorge Pozzobom (PSDB). A parlamentar começou, recentemente, um namoro com o Progressistas.

Fontes do site, oriundas do PP e também do PDT, confirmam que existe uma conversa neste sentido. Inclusive, há quem diga que, hoje, existe 50% de chances de Luci deixar os pedetistas.

O presidente do PDT/SM, Marcelo Bisogno, já deu inúmeras declarações afirmando que o PDT é oposição ao governo Pozzobom, mas que o partido respeita o posicionamento de Luci. Pelo visto, as divergências políticas estão no limite.

 

Magali com foco em Bolinha

Após embarcar, oficialmente, o MDB/SM no governo Pozzobom, a presidente municipal da sigla, Magali Marques da Rocha, tem um objetivo: unificar a bancada no Legislativo.

O foco é ir atrás de Adelar Vargas – Bolinha (MDB), que hoje faz parte do Bloco de Oposição na Câmara. Magali sabe que Bolinha se criou dentro do partido e que merece uma atenção especial.

O MDB possui outros dois vereadores na Casa: João Kaus e Francisco Harrisson. Este último assumirá a Secretaria Municipal de Saúde, em fevereiro, sendo substituído no Parlamento pelo vice-presidente do Instituto de Planejamento de Santa Maria (Iplan), Cezar Gehm.

 

Não perca tempo, Magali!

Magali vai ter trabalho para trazer Bolinha de volta à base do governo Pozzobom. Porém, mais do que isso, ela poderá ter até dificuldade em mantê-lo no MDB.

O vereador anda muito descontente com o partido e já andou procurando informações sobre outras siglas.

 

Marta não volta

Enquanto Harrisson deixa o Legislativo, quem não volta à Câmara é a vereadora eleita e atual secretária de Turismo, Esporte e Lazer, Marta Zanella (MDB).

A emedebista não tem demonstrado interesse em retornar ao Parlamento e deverá seguir na pasta ao longo de 2019.

 

Secretário por tempo definido

Que ninguém duvide, Harrisson volta ao Parlamento em 2019. O médico desponta como uma nova liderança no MDB, com um trabalho fantástico nas redes sociais e não faz o menor sentido vê-lo fora do próximo pleito.

A única dúvida é saber quando exatamente ele retorna ao Legislativo. Conforme as atuais regras de desincompatibilização, os secretários municipais que desejam concorrer ao cargo de vereador devem deixar seus postos seis meses antes do pleito.

Mas se Harrisson resolver arriscar um voo maior, o prazo de afastamento é de quatro meses.

 

O recado do prefeito

Nos outdoors o recado da Prefeitura é ‘primeiro a gente faz, depois a gente mostra’.

Já no Instagram, Pozzobom parece ter encontrado um novo lema no final de semana:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Uma publicação compartilhada por Jorge Pozzobom (@jorgepozzobom) em



2 comentários

  1. O Brando

    Depois do lema novo de Cladistone, não é de agora, ele já mandou patrolar um terreno e anunciou que ali sairia uma creche. E teve movimentação para batalhar a ‘fabricação de um blindado anfíbio’ na aldeia. Falar até papagaio fala, o que conta é o que é feito.

  2. Rose

    Esta novela da Luci tem que acabar logo, ou dá ou desce….esta nobre pelo andamento do seu mandato nem vai tentar a reeleição para não levar um vareio….aguardem para ver….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *