CIDADE. Investimento de R$ 48 milhões em projeto para resolver alagamentos. É o anúncio da Prefeitura

CIDADE. Investimento de R$ 48 milhões em projeto para resolver alagamentos. É o anúncio da Prefeitura

CIDADE. Investimento de R$ 48 milhões em projeto para resolver alagamentos. É o anúncio da Prefeitura - prefeitura-saneamento-defesa-civil

Anúncio aconteceu durante reunião no Centro Administrativo Municipal, com os coordenadores regional e local da Defesa Civil

Por JOÃO PEDRO LAMAS (texto) e JOÃO ALVES (foto), da Assessoria de Imprensa da Prefeitura

A prefeitura de Santa Maria prevê investir R$ 48 milhões na elaboração de um projeto de macrodrenagem para solucionar, definitivamente, casos de alagamentos recorrentes em diferentes regiões da cidade.

O anúncio foi feito na manhã desta quinta-feira, no Centro Administrativo Municipal (Rua Venâncio Aires, 2.277, Centro), durante reunião entre o prefeito Jorge Pozzobom, o superintendente da Defesa Civil Municipal, Adão Lemos, e o novo coordenador regional de Proteção de Defesa Civil, Jacob Aristeu Pinton.

Conforme Adão Lemos, estão identificadas 14 áreas de alagamento no município. Entre elas, estão bairros que já receberam atenção do Executivo Municipal: Campestre Menino Deus, Chácara das Flores, Passo das Tropas e Pinheiro Machado.

“Para nós, a Rua Maranhão é um caso emblemático. E que vamos resolver definitivamente”, disse o prefeito Jorge Pozzobom durante a reunião.

Lemos conta que a Rua Maranhão, no Bairro Pinheiro Machado recebe obras desde o ano passado.

A elaboração do edital de licitação para o projeto está em fase de conclusão. Ele está previsto para ser publicado ainda neste ano, mas sem data definida. Detalhes devem ser divulgados posteriormente.

Visita

Há 27 anos na Brigada Militar (BM), o tenente-coronel Jacob Aristeu Pinton passou a ocupar o cargo de coordenador regional de proteção de Defesa Civil nesta semana. Ele está responsável pela Região Central do Estado, que dá conta de Santa Maria e mais 52 municípios. É a 3ª região de um total de nove.

Natural de Porto Alegre, mas morador de Santa Maria, Pinton afirma que Santa Maria, por estar no Coração do Rio Grande, ocupa uma posição estratégica, razão da reunião nesta quinta-feira.

“A cidade está equidistante de diferentes regiões do Estado, o que constata a posição estratégica. Diversas ações de prevenção são planejadas tendo isso em vista, bem como a organização para os atendimentos a quem precisa”, afirma Pinton.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *