SEGURANÇA. Riesgo visita instalações para presos provisórios e vê situação “absolutamente inaceitável”

SEGURANÇA. Riesgo visita instalações para presos provisórios e vê situação “absolutamente inaceitável”

SEGURANÇA. Riesgo visita instalações para presos provisórios e vê situação “absolutamente inaceitável” - riesgo

Giuseppe Riesgo fez vistoria e constatou as condições “subumanas dos presos” em viaturas e os policiais que deveriam estar nas ruas

Por MAURÍCIO TOMEDI (texto e foto), da Assessoria de Imprensa do Novo

No primeiro dia do recesso parlamentar, o deputado estadual Giuseppe Riesgo (Novo) realizou uma vistoria nas condições de policiais e presos abrigados em viaturas. Após reclamações, o grupo foi remanejado para uma área próxima ao Instituto Psiquiátrico Forense, em Porto Alegre. Por motivos de segurança, a localização não está sendo divulgada.

No espaço, cerca de 20 policiais se revezam para vigiar mais de 40 presos em pelo menos 13 viaturas. O número cresce todos os dias. A maioria dos apenados passa o dia algemada dentro das viaturas, sem local adequado para dormir ou praticar atividades. Policiais e presos reclamam de frio, falta de comida e condições insalubres. Há dois banheiros químicos no local, mas alguns presos relataram que não tomam banho há vários dias. Também não há separação entre presos doentes ou de acordo com o crime cometido.

Autor do projeto que incentiva a construção de presídios pela iniciativa privada, Riesgo afirma que é necessário encontrar uma solução urgente. “A situação é absolutamente insustentável. Além das condições subumanas nas quais os presos estão expostos, os policiais e as viaturas usadas para abrigar os presos deixam de estar na rua para proteger a sociedade”, reclamou.

Após a vistoria, Riesgo ligou para o secretário estadual de Administração Penitenciária, Cesar Faccioli, e solicitou uma reunião para discutir alternativas para o problema.

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *