FLASH. Juiz quer Lula preso em Tremembé, longe de São Bernardo do Campo, onde moram seus familiares

FLASH. Juiz quer Lula preso em Tremembé, longe de São Bernardo do Campo, onde moram seus familiares

FLASH. Juiz quer Lula preso em Tremembé, longe de São Bernardo do Campo, onde moram seus familiares - lula-1

Diferentemente do que noticiou o G1, portal de notícias das Organizações Globo, em nota reproduzida AQUI, não foi a defesa de Lula (foto) que solicitou a transferência do ex-Presidente da República de Curitiba. A solicitação foi feita pela Polícia Federal, e atendida pela juiza Carolina Lebbos. E agora, a quantas anda? Confira no material disponível no portal especializado Poder360, com foto de Reprodução. A seguir:

Juiz autoriza transferência de Lula para penitenciária em Tremembé

O juiz Paulo Eduardo de Almeida Sorci, coordenador e corregedor dos presídios de São Paulo, autorizou a transferência do ex-presidente Lula para a Penitenciária 2 de Tremembé, no interior de São Paulo. Eis a íntegra do despacho.

A decisão foi tomada após a juíza federal Carolina Lebbos, da Justiça do Paraná, determinar a transferência do petista do prédio da PF (Polícia Federal) em Curitiba para algum estabelecimento em São Paulo. A escolha do local ficaria por conta da Justiça de São Paulo.

A penitenciária de Tremembé fica a cerca de 130 km de São Bernardo do Campo – cidade onde Lula morava com sua família.

Em uma nota, emitida na manhã desta 4ª feira (7.ago), a defesa de Lula informou que, como a sentença ainda não transitou em julgado, ele deveria cumprir pena antecipadamente em sala de Estado Maior em instalações militares na Grande São Paulo.

Quem pediu a transferência foi a Superintendência da PF no Paraná, alegando que a prisão de Lula tem demandado constante trabalho dos órgãos de segurança para evitar confrontos na região. Além disso, afirmou que as instalações do prédio não são apropriadas para presos de longa permanência.”

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *