FLASH. Juíza acolhe pedido da defesa e Lula deixa prisão em Curitiba e será transferido para São Paulo

FLASH. Juíza acolhe pedido da defesa e Lula deixa prisão em Curitiba e será transferido para São Paulo

FLASH. Juíza acolhe pedido da defesa e Lula deixa prisão em Curitiba e será transferido para São Paulo - lulaDo G1, portal de notícias das Organizações Globo, com texto de ADRIANA JUSTI e foto de Reprodução

A juíza Carolina Lebbos autorizou transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (foto acima), que está detido na carceragem a Polícia Federal (PF), em Curitiba, para um estabelecimento prisional de São Paulo. A decisão foi publicada no sistema da Justiça Federal do Paraná às 8h46 desta quarta-feira (7).

Lula deve ficar preso em sala de Estado Maior, dentro de instalações militares no raio da Grande São Paulo, conforme disponibilidade das Forças Armadas a ser informada ministro da Defesa, diz a decisão da juíza.

Quem pediu a transferência foi a Superintendência Regional da Polícia Federal no Paraná, onde Lula está detido desde abril de 2018. Ele cumpre pena de 12 anos e 1 mês de prisão pela condenação na Lava Jato no caso do triplex em Guarujá (SP).

A PF do Paraná alega que, por conta da prisão de Lula, os órgãos de segurança têm de atuar de forma permanente para evitar confrontos entre “grupos antagônicos” e que toda a região teve a rotina alterada. O órgão diz que ainda que as instalações são limitadas para presos de longa permanência.

PARA LER A ÍNTEGRA, NO ORIGINAL, CLIQUE AQUI.



1 comentário

  1. O Brando

    Sala de Estado Maior já não é bem o que está escrito. Trata-se de instalação com condições condignas de higiene, segurança e normalmente sem grades, ou seja, não é uma cela comum.
    É o que se prevê para prisão de advogados enquanto não acontece o transito em julgado. Difere da prisão especial para todos os outros portadores de diploma de curso superior. Lobby bom este da OAB.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *