HABITAÇÃO. Comitiva santa-mariense defende na AGU as 3 mil famílias que vivem na beira dos trilhos

HABITAÇÃO. Comitiva santa-mariense defende na AGU as 3 mil famílias que vivem na beira dos trilhos

HABITAÇÃO. Comitiva santa-mariense defende na AGU as 3 mil famílias que vivem na beira dos trilhos - valdeci-3

Deputados Pimenta e Valdeci e edis Valdir e Diniz acompanharam representação (presidente e advogado) da Associação dos Moradores

Por TIAGO MACHADO (com foto de Divulgação), da Assessoria do Deputado Valdeci Oliveira

Uma comitiva de autoridades santa-marienses foi à Advocacia-Geral da União (AGU), em Brasília, nesta quinta-feira (15), com o objetivo de fortalecer a defesa das cerca de 3 mil famílias que vivem que vivem nas proximidades da malha ferroviária federal, em Santa Maria, e estão ameaçadas de despejo do local.

Conforme o deputado estadual Valdeci Oliveira, que participou da reunião junto com o deputado federal Paulo Pimenta, e os vereadores Valdir Oliveira e Daniel Diniz, o encontro foi muito positivo.

“Foi praticamente encaminhada a abertura de um processo na Câmara de Conciliação da AGU para tratar do caso de Santa Maria, de maneira similar ao que já foi realizado com Cruz Alta. Com isso, se espera reverter ou alterar as decisões judiciais, ajuizadas pela concessionária da malha ferroviária, que determinaram a saída repentina dessas famílias do seu local atual de moradia.  A mobilização toda é para evitar a geração de um enorme problema social para a cidade. Se essas famílias tiverem de abandonar as suas casas, vão viver aonde? A maioria dos moradores não tem condições de pagar aluguel ou comprar um imóvel”, explicou o deputado.

Integraram a comitiva os deputados Valdeci Oliveira e Paulo Pimenta; os vereadores Valdir Oliveira, presidente da Comissão Especial da Câmara de Santa Maria que trata do tema, e Daniel Diniz; o presidente da Associação dos Moradores Próxima à Ferrovia de Santa Maria e Região, Pablo Rocha; e o advogado Thiago Sebastian Pellenz.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *