POLÊMICA. Kaus se desculpa e diz que a expressão “bando de piranha” se referia a “homens e mulheres”

POLÊMICA. Kaus se desculpa e diz que a expressão “bando de piranha” se referia a “homens e mulheres”

POLÊMICA. Kaus se desculpa e diz que a expressão “bando de piranha” se referia a “homens e mulheres” - maiquel-kaus

“Ratifico que eram homens e mulheres e que em nenhum momento estava me referindo às mulheres com um termo pejorativo”, diz Kaus

Por MAIQUEL ROSAURO  (com imagem de Reprodução e foto de Allysson Marafiga/AICV), da Equipe do Site

A polêmica discussão desencadeada entre o vereador João Kaus (MDB) e defensores da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), no Facebook, ganhou um novo capítulo nessa terça-feira (3). O emedebista encaminhou a todos os seus colegas de Parlamento, e posteriormente, à imprensa, uma carta em que explica o uso dos termos “parece um bando de piranha kkkkk”, que inclusive resultou em uma representação na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ).

“Esclareço que ao usar o termo em questão, me referi a um grupo de homens e mulheres que estavam a me atacar no Facebook, e querer associar este comentário à ofensa a todas as mulheres, distorcendo os fatos, pode ser considerado como maldade e oportunismo”, diz Kaus na missiva.

O termo pejorativo foi utilizado pelo vereador no momento em que usuárias da rede social criticavam alguns erros gramaticais em suas postagens. As publicações foram realizadas ao longo da sessão plenária do dia 22 de agosto.

A origem do debate foi um post do estudante Luciano Becher criticando os vereadores que votaram contra a moção de repúdio ao programa Future-se, de autoria de Valdir Oliveira (PT), aprovada por 10 votos a 9 (AQUI).

Na semana passada, a Mesa Diretora decidiu, por unanimidade, protocolar uma representação na CCJ contra o emedebista. A vereadora Luci Duartes – Tia da Moto (PDT), que liderou a ação, disse na tribuna que se sentia ofendida e desrespeitada pelas atitudes de Kaus (AQUI).

POLÊMICA. Kaus se desculpa e diz que a expressão “bando de piranha” se referia a “homens e mulheres” - maiquel-kaus-imagem

 Kaus provocou defensores da UFSM, no Facebook, durante a sessão plenária do dia 22 de agosto. Em certo momento, escreveu: “Parece um bando de piranha” (destacado na imagem), sobre as usuárias da rede social que chamaram a atenção para seus erros de gramática

Abaixo, confira na íntegra a carta do vereador:

Declaração para os devidos fins

Venho através dessa  esclarecer  sob o ocorrido em minha Rede Social (facebook) quando me defendia em uma postagem “maldosa” e “mentirosa” contra 10 (dez) vereadores desta Casa Legislativa, com o título “Inimigos da Educação”, onde era atacado por homens e mulheres que com comentários cruéis e desrespeitosos, tentavam denegrir a imagem deste vereador e dos demais que votaram contra uma moção de repúdio discutida em Plenário, em uma Sessão anterior.

Em um momento do debate na Rede Social em que estava tentando responder as pessoas que debatiam raivosamente e não estava conseguindo diante da velocidade que me agrediam verbalmente com seus comentários que lembrei de uma cena em que um animal ou pessoa estaria sendo atacado na tentativa de lhe devorar o mais rápido possível por peixes carnívoros conhecido como “piranha”.

Diante do sentimento de sufoco pelo qual passava, e total falta de respeito com que era submetido a comentários maldosos, que escrevi “…parecem um bando de piranhas…” Ratifico que eram homens e mulheres e que em nenhum momento estava me referindo as mulheres com um termo pejorativo, e sim a um grupo de pessoas, até porque tenho maior respeito por todas as mulheres e sempre deixei isso claro diante de minhas conduta.

Desta forma, esclareço que ao usar o termo em questão, me referi a um grupo de homens e mulheres que estavam a me atacar no facebook, e querer associar este comentário a ofensa a todas as mulheres, distorcendo os fatos, pode ser considerado como maldade e oportunismo.

Diante do exposto, quero me desculpar pelo transtorno que possa ter causado aos vereadores e vereadoras, mulheres em geral, pela postagem usando a palavra que causou dúvidas e foi transformada numa inverdade, que na minha intenção em nenhum momento ocorreu.

Santa Maria, agosto de 2019.

João Kaus

Vereador MDB



1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *