POLÍTICA. Policiais e professores estaduais realizam ato público e Valdeci Oliveira dispara contra "pacote"

POLÍTICA. Policiais e professores estaduais realizam ato público e Valdeci Oliveira dispara contra “pacote”

POLÍTICA. Policiais e professores estaduais realizam ato público e Valdeci Oliveira dispara contra "pacote" - valdeciPor MARCELO ANTUNES (texto e foto), da Assessoria de Imprensa do Parlamentar

O deputado estadual Valdeci Oliveira participou, nesta quarta-feira (16), de uma manifestação realizada por professores e policiais civis, entre outros servidores das áreas da segurança e da educação (foto acima), em frente ao Palácio Piratini, em Porto Alegre. No ato, também estavam presentes os aprovados no concurso para agentes penitenciários, os quais, até o momento, não foram chamados para assumir suas funções. Na sua manifestação, Valdeci não poupou a política do governo Eduardo Leite para os trabalhadores e trabalhadoras do estado.

“Não podemos aceitar que a crise estrutural do estado seja colocada na conta do servidor público. A sociedade precisa compreender que segurança, saúde e educação só se faz com qualidade tendo um serviço público de qualidade. Ao contrário do que afirma o governador Eduardo Leite, que repete que o seu pacote de maldades é um ato de coragem, eu digo: atacar os mais fracos e tirar direitos dos servidores está longe de ser corajoso. Está mais para um ato de covardia de quem tem a caneta na mão. No Parlamento, vocês podem ter uma certeza: faremos tudo o que estiver ao nosso alcance para derrotar esse pacotaço”, assinalou.

Valdeci também criticou o fato do pacote do governo Leite ter sido apresentado no momento que os servidores completam 46 meses de salário parcelado.  “Ao mesmo tempo que vocês recebem salário parcelado, o governo apresenta uma proposta covarde para retirar conquistas obtidas com muita luta. Isso é inaceitável. Por que, em vez de atacar os pequenos e os trabalhadores, o governo não revisa os incentivos dados aos grandes grupos econômicos e amplia combate os sonegadores?, criticou ele.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *