Destaque

CÂMARA. Vereadores gastaram R$ 28,4 mil em selos em 2019. Mais de 14,5 mil cartas foram enviadas

Enviar milhares de cartas com uso de dinheiro público é uma tradição da Câmara de Vereadores de Santa Maria. Foto Câmara / Arquivo

Por Maiquel Rosauro

Quantas cartas você enviou no ano passado? É possível que nenhuma, mas no que depender dos vereadores de Santa Maria, a tradição de escrever missivas não vai terminar tão cedo. Em 2019, os parlamentares enviaram 14.590 cartas, o que gerou um gasto com selos de R$ 28.453,05. O valor é 8,41% superior aos R$ 26.244,76 (corrigidos pela inflação) gastos com a cota de selos em 2018.

Conforme dados solicitados pelo Site, via Lei de Acesso à Informação, os meses de novembro e dezembro foram os que os vereadores mais enviaram cartas, respectivamente, 2.587 e 2.969.

Cada vereador tem direito a uma cota anual de 2 mil cartas simples por ano. Todavia, nem todos fazem o uso do serviço.

Cezar Gehm (MDB), Cida Brizola (PP), Juliano Soares – Juba (PSDB) e Luciano Guerra (PT) não enviaram nenhuma carta com uso de dinheiro público ano passado.

Por outro lado, Jorge Trindade Jorjão (Rede), Leopoldo Ochulaki – Alemão do Gás (PSB) e Ovidio Mayer (PTB) utilizaram a cota máxima de 2 mil selos.

Gastos com cartas dos vereadores de Santa Maria em 2019:

LEIA MAIS:

CÂMARA. Gehm, Cida, Juba e Guerra são os únicos edis que não utilizaram a cota de selos em 2019

CÂMARA. Jorjão, Alemão do Gás e Ovidio enviaram um total de 6 mil correspondências apenas em 2019

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo