CIDADE. Fluxo de veículos terá mão dupla na Rua Olavo Bilac, no Centro, a partir de segunda-feira (19)

CIDADE. Fluxo de veículos terá mão dupla na Rua Olavo Bilac, no Centro, a partir de segunda-feira (19)

CIDADE. Fluxo de veículos terá mão dupla na Rua Olavo Bilac, no Centro, a partir de segunda-feira (19) - olavo-bilac

Sinalização começou a ser feita nesta quinta-feira (16). Foto Prefeitura / Arquivo

Por João Pedro Lamas / Prefeitura de Santa Maria

A Prefeitura de Santa Maria, por meio da Secretaria de Mobilidade Urbana, começou, na quinta-feira (16), a preparar a Rua Olavo Bilac, no Centro, para as alterações de trânsito que começarão a vigorar a partir de segunda-feira (20). O fluxo de veículos passará a ter mão dupla ao longo de toda a extensão da via, da Rua Serafim Valandro até a Avenida Borges de Medeiros. Pinturas estão sendo feitas, e placas serão instaladas.

De acordo com o secretário de Mobilidade Urbana, a medida pretende facilitar o acesso de motoristas a outras ruas da região a partir da Rua Olavo Bilac.

“Além disso, retiraremos o estacionamento no trecho da Olavo Bilac que fica entre a Duque de Caxias e a Conde de Porto Alegre, pois a rua é mais estreita. Nos demais locais, o estacionamento permanece como está”, disse o secretário de Mobilidade Urbana, Orion Ponsi.

A medida permanecerá em período de testes por até 90 dias. Esse período será utilizado para avaliações e, se forem necessárias, adequações.



1 comentário

  1. Zé Ruas

    Quando tiraram a mão dupla da Olavo Bilac era para facilitar fluxo, quando volta é a mesma desculpa.
    Todo mundo sabe que se deve ter mais ruas “saindo” da região centro que dando acesso ao burburinho.
    Bilac e Tuiuti, paralelas e próximas, são uteis para liberar a região central.
    Gastam tinta, placas, daqui a 90 dias irão endossar esta decisão e daqui a dois anos outro “decide” voltar a mão dupla.
    Tinta é barata. As equipes poderiam estar gastando tempo e tinta repintando faixas de segurança, PARE de esquina.
    Seria interessante divulgar o nome do Técnico, engenheiro ou arquiteto, que propôs o retorno.
    Imagina-se ser decisão técnica, baseada em levantamento, cálculos, laudos e parecer final.
    Tem?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *