Santa Maria

CIDADE. Projeto de Marion Mortari obriga Corsan a instalar equipamento que elimina ar na tabulação

Objetivo de Marion Mortari é fazer com que santa-marienses não paguem à Corsan um valor além do utilizado. Foto Allysson Marafiga

Por Maiquel Rosauro

O vereador Marion Mortari (PSD) deseja que os santa-marienses paguem para a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) exatamente o valor utilizado de água. Para isso, ele protocolou um projeto de lei que visa à instalação de equipamento eliminador de ar na tubulação de sistema de abastecimento de água no município.

“Este equipamento eliminador de ar deverá ser instalado antes do hidrômetro de abastecimento de água do imóvel”, explica o parlamentar na Justificativa da proposta.

O projeto prevê que as despesas de aquisição e instalação do produto fiquem por conta da companhia. A proposta também determina que o consumidor deverá solicitar o equipamento junto à Corsan, que terá prazo de 60 dias para efetuar a instalação.

Caso a autarquia descumpra a lei, o consumidor terá um desconto de 30% do valor correspondente à conta mensal de consumo de água até a instalação do produto.

Para que se torne lei, a proposta precisa passar pelo crivo das comissões do Parlamento, aprovação em Plenário e sanção do prefeito.

Confira o projeto na íntegra.

Leia também

ATENÇÃO


1) Sua opinião é importante. Opine! Mas, atenção: respeite as opiniões dos outros, quaisquer que sejam.

2) Fique no tema proposto pelo post, e argumente em torno dele.

3) Ofensas são terminantemente proibidas. Inclusive em relação aos autores do texto comentado, o que inclui o editor.

4) Não se utilize de letras maiúsculas (CAIXA ALTA). No mundo virtual, isso é grito. E grito não é argumento. Nunca.

5) Não esqueça: você tem responsabilidade legal pelo que escrever. Mesmo anônimo (o que o editor aceita), seu IP é identificado. E, portanto, uma ordem JUDICIAL pode obrigar o editor a divulgá-lo. Assim, comentários considerados inadequados serão vetados.


OBSERVAÇÃO FINAL:


A CP & S Comunicações Ltda é a proprietária do site. É uma empresa privada. Não é, portanto, concessão pública e, assim, tem direito legal e absoluto para aceitar ou rejeitar comentários.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo